sexta-feira, 3 de abril de 2009

Reuso de águas cinzas na lavanderia



Cada vez que você lava roupa, pelo menos 60lts de água são usados.

Se a máquina estiver no modo mais econômico e com menor volume, a lavagem vai usar 30lts e o enxague outros 30.
Caso você lave um edredon e deixe a máquina no volume máximo de água, a quantidade vai dobrar: 60lts para lavagem e mais 60 para enxágue - num total de 120lts de água limpa!.


O que pode ser feito para reaproveitar toda essa água que vai literalmente pelo cano (e acaba na tubulação de esgoto) é acoplar uma mangueira sobressalente a mangueira curtinha que já vem na máquina.




A daqui de casa foi comprada numa loja de ferragens, custou R$6,00 e foi inicialmente produzida para atender à aspiradores de pó, mas serviu bem e é igualzinha a da máquina de lavar, com a vantagem de ter uma bitola maior, o que facilitou o encaixe da menorzinha e impediu os vazamentos.

A saída dela, é despejada num "balde-cisterna", um balde de 60lts com uma fenda na tampa. Estava em promoção no supermercado e parece ter sido projetado pensando nisso. Custou R$24,00 e armazena toda a água da lavagem para que eu possa usar como quiser em outro dia.

Essa água, que lavou sua roupa, é limpa - tem um pouco de sabão e lava perfeitamente varandas, banheiros, cozinhas e até a calçada e a garagem. Caso tenha um quintal-horta, acople outra mangueira à saída da cisterna e fure a mesma ao longo de todo o comprimento, mantendo uma distância de 2 cm para cada furo. Essa mangueira vai irrigar todo o seu quintal-horta, permitindo a melhor forma de irrigação: por gotejamento, sem perda por evaporação.

Caso você lave muita roupa e encha os 60lts de uma vez só, você pode usar essa primeira parte da água na faxina deixando a roupa de molho na água do enxague. Quando a "cisterna" esvaziar, você aperta o botão da máquina que permite a centrifugação e reenche a cisterna.

A água com ou sem sabão também pode ser toda reaproveitada para lavar outras roupas, você pode inclusive ir reaproveitando a água a semana toda de acordo com as lavagens de roupa e deixar a última "batida" para fazer a faxina.




A mangueira de aspirador de pó acoplada à da máquina de lavar roupa, presa pela fita gomada que prendeu as caixas da mudança e rolava sem função numa gaveta.

Bem presas, sem vazamentos, há 1 ano e meio.





A saída da mangueira despeja no balde-cisterna, o daqui de casa comporta 60lts - mas vale a pena buscar opção com maior capacidade.
Para não dizer que não falei de flores: quem usa mangueira é bombeiro (e só em caso de incêndio), pessoas normais lavam suas casas, carros e calçadas com baldes, esponjas e vassouras, ok?


Poucas imagens são mais tristes do que a de uma calçada sendo lavada com água jorrando de uma mangueira, enquanto a pessoa que executa o serviço, conversa alegremente. Se for em dia de chuva então...








Mais informação:
Quanta água existe de fato no planeta?
Pia cheia de louça suja não é problema, é solução
Comendo a ração que vende - parte 05: lavanderia
A casa sustentável é mais barata - parte 09 (lavanderia)
A casa sustentável é mais barata - parte 12 (faxina e controle de pragas)
A casa sustentável é mais barata - parte 20 (reuso de águas cinzas do banho para o sanitário)


24 comentários:

Ana disse...

Bem interessante! Faço técnico Meio Ambiente, e também acho um absurdo a quantidade de água que é desperdiçada. Economizar/reutilizar os recursos hídricos é um papel de toda a sociedade, e não só dos meios envolvidos no tema.

Carol Daemon disse...

Olá Ana, apareça quando quiser, reúso de água é uma das minhas (muitas) paixões.
Em parte, somos colegas de profissão, o prevencionismo e o ambientalismo andam de mãos dadas.

abs!

denise rangel disse...

Carol, adorei seu balde-cisterna. Vou ver se encontro um desses. Fiz um post e tomei a liberdade de usar sua idéia como dica para as meninas que desejam reutilizar também a água da máquina.
beijo, menina

ECO-CONSCIÊNCIA disse...

Belo post,

Obrigado por compartilhar.

Namaskar!

Dr. Chicletinho disse...

Boa, Parabéns.
ótima idéia.

Carol Daemon disse...

Olá Dr., tentei entrar no seu blog e fui barrada :-(
Apareça quando quiser, a "menina" é democrática, abs!

Daniel "Gargula" Braga disse...

Sensacional!!!!

Daniel "Gargula" Braga disse...

Desculpe comentar duas vezes, mas fiquei pensando num aprimoramento, onde você poderia acoplar a este sistema, uma bomba que jogaria esta água para uma pequena caixa d'água e então, armazená-la para usos futuros.

Se começar a quebrar mais a cabeça, você encontra inclusive um sistema de limpeza desta água.

Parece confuso mas não é e quando menos esperarmos, encontramos um sistema caseiro de limpeza desta água, permitindo ao menos, que ela vote a ser usada dentro da própria máquina de lavar.

Vale a pesquisa!

Carol Daemon disse...

Oi Gárgula, na verdade já existe uma máquina brasileira, brastemp se não me engano, que reaproveita 5 vezes a água da máquina. Essa água depois seria despejada.
Não conheço o processo dela e como fazem para retirar todo o sabão em minutos antes do enxague, ou se só a água do enxague seria reaproveitada, disperdiçando a água com sabão... Em outro blog, li que no Japão, a saída de água da máquina é alimentada pela água do chuveiro, que foi usada no banho, mas também não pus muita fé...

O que eu acho que é a saída, é uma conjunção de 2 idéias: a sua, da bomba que alimentaria a caixa d´água principal + o reúso da água da pia e do chuveiro para a descarga, como no link:
http://caroldaemon.blogspot.com/2009/04/arquitetura-inteligente-para-sanitarios.html

Mas também pensei numa outra coisa, se a pessoa tiver essa cisterna maior (ou lavar a maior quantidade de roupa primeiro e ir diminuindo paulatinamente - como eu faço), toda a água pode ser reaproveitada em lavagens sucessivas até ficar marrom e impraticável, aí sim seria usada para faxina e a sua bomba pode entrar alimentando a caixa d´água que alimenta a tubulação... Bom, né.

Taís Vinha disse...

Carol, há anos eu reuso a água da máquina da mesma forma que vc indica. Funciona muito bem. Mas nunca pensei em postar. Adorei a dica. Vou lincar no meu blog. Um beijão!

Anônimo disse...

me ajuda minha maquina so tem uma mangueira de saida de agua,2 mangueiras me explique melhor.obrigada,sheila.

Carol Daemon disse...

Oi Sheila, bem vinda.
A máquina de lavar roupa tem 2 saídas: 1 de fiação elétrica que você pluga na tomada para o máquina funcionar e outra, uma mangueira de água que você acopla na saída de esgoto (ou no tanque, em apartamentos antigos e/ou pequenos).
Essa mangueira geralmente é curta, fica obrigatoriamente na "traseira" da máquina de lavar e é por ela que sái toda a água usada. Essa água, limpa, vai para a tubulação de esgoto e é perdida, quando poderia ser toda reaproveitada.
Você vai numa loja de ferragens e pede uma mangueira de máquina de lavar, ou de aspirador de pó - são iguais e muito baratas.
Quando chegar em casa, coloque essa mangueira nova e maior na saída da mangueirinha da máquina de lavar (por onde sái toda a água, conforme te expliquei). Assim, você vai poder controlar onde a água de suas lavagens vai ser descartada.
Se você mora em casa com cães, a água pode lavar o terraço-canil. Se mora em apartamento, pode lavar os banheiros, cozinha, varanda.
E o mais importante, se você comprar uma caixa de água, ou mesmo um balde industrial (capacidade de 60lts), você pode reaproveitar essa água inúmeras vezes em lavagens sucessivas.
Entendeu melhor?
abs, Carol

Mariana M. Thomé disse...

Aqui em casa o tanque é grande, bem de casa antiga. Então guardo a água da lavagem nele e depois lavo todo o quintal. Pra mim já é triste demais utilizar água potável nas descargas...pelo menos a água da máquina tem que ser reaproveitada!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, o tanque de alvenaria é uma maravilha, até para deixar roupa de molho, além de não quebrar nunca.
Vc pode aproveitar para ver a vazão dele, a capacidade, provavelmente não são os 120lts, 50 em casos de tanques imensos. Essa água, também pode ser reutilizada para outras lavagens, antes de lavar o quintal. A lavagem da área externa, que leva a água pelo ralo, pode ser a quinta etapa do reúso.
abs,
Carol

Mariana MT disse...

Carol...mudei de casa e uma grande parte do quintal é de areia, a cachorada anda colaborando então reduzimos drasticamente a água utilizada para lavar o quintal. O que é incrível. Por sorte, meu "novo" tanque é destes antigos e tb suporta toda a água da máquina. Mas como a casa é menor e anda chovendo muito, acumulo mais água do que uso. Por isso vou optar por esse seu esquema, infalível, mas gosaria principalmente de reutilizar essa água em outras lavagens de roupa, portanto preciso fazer uma perguntinha meio idiota: para reutilizar essa água em novas lavagens devo simplesmente utilizar o velho método de encher a máquina a mão, ou de alguma forma, há como "reenviar" essa água pela própria cisterna?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, sua pergunta é ótima. Tb ando cheia de ficar enchendo minha máquina à balde e ando pensando num mecanismo-bomba para puxar a água da cisterna.
Pensei em reproduzir a "chupeta de gasolina" que fazemos em carros com tanque vazio, mas não deu muito certo.
Esses baldes todos me deixam mortinha e acabam com a coluna.

Vou continuar pensando e volto aqui.

Beijoca

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Pessoal, outra coisa, o blog foi pro segundo turno do TOPBLOG, mais do que nunca preciso dos votos de vcs.

Obrigada sempre,
Carol

Mariana MT disse...

Carol...acabei de ter uma idéia meio mirabolante...Se a gente colocar a cisterna elevada, numa altura superior a mangueira de saída de água, numa prateleira, ou algo do gênero e colocar uma torneirinha na parte inferior da cisterna, como em minhocários...será que daria certo? Sei lá...o peso da cisterna cheia...será que alguma prateleira, suportaria...não sei...vou tentar amadurecer esta idéia. Vou tentar criar algum tipo de suporte com pallets e resto de madeira, sem a necessidade de parafusar na parede, assim a sustentação será melhor...Vou quebrando a cabeça por aqui tb...Beijo e vc merece muito estar no segundo turno...e eu acredito que estará entre os três melhores, sem grandes esforços. Tb fiquei feliz que fui para segunda fase, mesmo com o blog todo abandonadinho...agora estou retomando as atividades virtuais. bjo.

alexandre e alana disse...

Eu aproveito a água da máquina de lavar, quando tem sabão ou seja na lavagem, para lavar as calçadas. A água do enxágue eu utilizo para irrigar as floreiras.ok

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Linda sugestão, amigos do sítio
E a velha lei do retorno faz-se presente: a água que saiu do poço, volta ao lençol freático, que alimenta o mesmo poço.
Abs e apareçam sempre :-)

jose diniz tavares de Lira disse...

Eu faço o reuso da água da maquina de lavar roupa, montei meu próprio sistema, a água do enxague é usada para próxima lavagem na etapa de ensaboar, já a água de ensaboar eu uso para descarga dos vasos sanitários. assista meu video no youtube e veja o sistema que montei com uso de 2 bombonas,uma caixa de 500l e uma bomba dagua periferica.
http://youtu.be/BZMtB3SmfVU

jose diniz tavares de Lira disse...

tambem uso aquecedor solar, para tomar banho, veja meu video no youtube:http://youtu.be/Wl23bFnVV2M

Ana Cristina Machado disse...

Carol, estou amando seu blog, na verdade estou te amando... rsrs... seu blog veio exatamente num momento em que estou mudando muitas coisas, fazendo meus móveis de pallets e caixotes de feira, fazendo horta, buscando uma alimentação mais saudável... Obrigada pela qualidade das postagens!!!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Fico muito feliz em ver que uma das primeiras postagens do blog, escrita há tantos anos ainda renda comentários e motive as pessoas.