quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Vila colombiana bioconstruída em garrafas com adobe

Veja as fotos do projeto desenvolvido pela Eco-Tec para moradias populares em Bogotá, até cacos de azulejo foram aproveitados. As garrafas em vidro, que aqui são problema, viraram a solução e os pets, fornecem padrões de estrelas nos muros.
As casas, arredondadas, obedecem aos princípios da Permacultura e suas estruturas em adobe, mais fáceis de construir e obedecendo à construção em arco, tradicionalmente mais resistente.






















Mais informação:
Lixo cinza
Um país em obras
Parque Cantinho do Céu
Manual do Arquiteto descalço
A Eco-ilha, ilha-lixão ou eco-barco
06 parques públicos construídos com material reciclado
A praga da reciclagem artesanal: não é sustentável e é horrível
A casa sustentável é mais barata - parte 03 (material de demolição)
A casa sustentável é mais barata - parte 01 (básico de sobrevivência)

Michael Reynolds, Garbage Warrior: a bioarquitetura do Novo México

12 comentários:

Gisele disse...

Bom dia, Carol!
Obrigada pela resposta sobre o sabão de coco.
Linda a casa, hein?
Sabe como é que a gente faz pra construir uma casa assim? Não precisa ser pra agora a resposta, até porque vai demorar pra eu poder construir a minha...rsrs

Um abraço!

Carol Daemon disse...

Oi Gisele,
o pessoal da Ecotec, link disponível no post, têm um site bem legal, cheio de dicas.
Vale dar uma olhada.
Carol

Camila disse...

Carol,

Já vi que vou virar freguesa do seu blog. Já tinha ouvido falar em construção com garrafa pet, mas não tinha visto fotos do processo e do resultado. Simplesmente genial.

Comentei à pouco no texto sobre açúcar e logo o segundo texto que parei para ler me encantou... Sou arquiteta e como boa macrobiótica e natureba, vivo plugada em temas de sustentabilidade, reciclagem, etc...

Mais uma vez parabéns pelo blog!! Aos poucos lerei mais textos!!

Paula ZZT disse...

oi, Carol.
Tudo bem? Demorei para vir comentar aqui de novo, mas estou sempre lendo.
Muito legal a idéia. Só fiquei com uma dúvida... Como conciliar os móveis com uma casa redonda? rsrs :-)
Continue com os posts maravilhosos!
Bjoks
Paula

Carol Daemon disse...

Oi Camila,
vi seu post e vou lá te responder.

Oi Paula,
uma dica é colocar os móveis no meio dos cômodos e mesmo adaptar ao formato da parede. Afinal, a reta é só um pedaço da curva. Um móvel menor numa parede curva, encaixa perfeitamente ;-)
abs,
Carol

Muda disse...

Muitíssimo interessante!

Acabo de falar sobre tijolos ecológicos no meu blog e vejo isso por aqui!

Além de colaborar para a sustentabilidade, as garrafas pet e o formato redondo formam uma bela construção arquitetônica...

Acho que em vez de incentivar as pessoas a usar o tijoleco vou pedir para guardarem garrafas pet...

Como sempre, excelente post, Carol!

Carol Daemon disse...

Oi amiga do projeto Muda,
que bom que gostou. Tb sou fã de construções arredondadas, o formato em arco é inclusive o mais resistente, todo aqueduto antigo era assim.
Tijolo pode ser complicado, as casas em adobe com entulho tb são ótima opção.
abs e te devo uma visita no seu blog :-)

La Tribu disse...

Oi Carol!
Aqui na fronteira do Brasil com Uruguai a gente também tá usando garrafas pet na construçao de casas. Usamos uma técnica mais simples, mas nao menos eficiente que a EcoTec. Já participamos desse tipo de construçao quando vivíamos em Florianópolis, fizemos uma casa em Young, Rio Negro, UY, e agora que vivemos em Rivera estamos de obra nova. Passa lá no blog e dá uma olhadinha.
Beijo!
Verônica.
http://casadebotellasdepet.blogspot.com
Ah! Nao sei se faz falta dizer, mas adoro o teu blog! Tô sempre por aqui me inspirando!

Carol Daemon disse...

Oi Verônica, adorei o blog! Que projeto interessante e viável. Fico muito feliz de te ver por aqui, ando sem tempo nenhum, mas quero visitar seu blog (e quem sabe a comunidade local) com mais calma.
um grande abraço,
Carol

La Tribu disse...

Entao tá! Promessa é divida! Já estamos esperando a tua visita aqui na fronteira! Temos um objetivo social, todos os sábados e domingos levamos às feiras livres da cidade um pedaço de parede de garrafas e incitamos a curiosidade das pessoas. (E vá chá de gengibre pra recuperar a garganta dando tanta explicaçao no meio da rua!) Convidamos para que venham em casa ver a obra em andamento, damos palestras em escolas e instituiçoes e claro, vendemos alguns cds do curso de construçao, que é a única coisa que subsidia essa loucura toda. Beijo!

Carol Daemon disse...

Oi hermana da Tribu, será um prazer visitar o projeto. Estou seguindo seu blog para não perder mais o contato. Podem colocar água no feijão, aviso quando puder ir.
Grande abraço,
Carol

La Tribu disse...

Oi Carol!
Já tô juntando água, e feijao! Pode ser azuki?
Entao, passo pra deixar um avisinho que tem que ver com o nosso trabalho de construçao com garrafas pet. Tô passando por email pra todo mundo, mas como nao tenho o teu, deixo aqui. Também é bom porque mais gente que se inscreveu nesse link e se interessa pelo assunto pode ver. Pode ser em espanhol, né? É facinho!
Amig@s:

Mañana de tarde Hugo Peña será entrevistado por el Periodista Leo Rubin, de radio Ñanduti, la más escuchada de Asunción, Paraguay. El tema de la entrevista será la construcción ecológica con botellas de pet.
La estrevista poderá ser escuchada por internet en la siguiente dirección:
http://www.nanduti.com.py/v1/
En la derecha de la pagina hay un link verde con un dibujo de parlante que sirve para que se escuche on line.

El horário:

17h30 - Hora de Paraguay y Brasil
18h30 - Hora de Uruguay

Abraziclados!

La Tribu
http://casadebotellasdepet.blogspot.com/