quinta-feira, 22 de abril de 2010

Manteiga de Castanha do Pará com Huile de Noix



A Karin viu a receita da pasta de amêndoas e fez em nozes, porque era o que tinha, diz que ficou incrível e eu boto fé - a fonte é boa (e a foto acima dela).

Como eu havia estado na loja nordestina que vende a granel e comprado 1kg de castanha do Pará, resolvi arriscar e deu certo também.
Mas não usei azeite de oliva, meu azeite de oliva está vermelho, pois decidi colorir o mesmo com urucum para fazer outra manteiga, de alho... Então, substituí por azeite de nozes extra virgem francês, huile de noix.
1 xícara de castanhas para meia xícara do azeite, muito bem batido no liquidificador.

A textura ficou perfeita, lembrou tahine, uma manteiga homogênea de castanha do Pará com óleo de nozes prensado a frio, rendeu muito e foi o acompanhamento perfeito para a torrada integral. Reguei com um fio de melado de cana e me deliciei.


















Se você ainda não conhece huile de noix, vale a pena provar. É considerado o melhor azeite extra-virgem produzido na França, onde a Gastronomia é levada à sério e a noz da nogueira considerada um orgulho nacional.
Proporciona um sabor surpreendente em saladas, sopas cremosas, para fazer molho pesto, raspar no pãozinho ou mesmo no iogurte natural com melado e canela. Há uma página exclusiva para ele no Wikipedia, em francês.

Não é caro, principalmente se levado em conta o rendimento, 500ml custam em média R$20,00. Consegui encontrar a R$14,00 na Rede Sendas. Na Rede Pão de Açúcar está a R$23,00.

Comprando castanhas, dê preferência às orgânicas, não são pulverizadas com inseticida.


Veja também como fazer seu huile de noix aromatizado com canela em pau, cardamono ou baunilha em favas e, querendo variar, como fazer um peanut butter de tahine com melado de cana



Para Nutella caseira:
Fazendo Nutella orgânica, sugar-free, vegana, crua ou como você quiser, em casa

9 comentários:

Karin disse...

Adorei o post, adorei a variação, adorei a dica do óleo, vou comprar!!
Beijão

Carol Daemon disse...

Oi Karin, que bom que gostou.
Depois de postar, lembrei que o óleo deve ficar divino em cima de frutas assadas, até rodelas de abacaxi na brasa da churrasqueira.
beijos e bom feriado, Carol

sylribeiro disse...

oi menina vc guarda o oleo de nozes na geladeira?
bjs quero comprar para usar sobre o mingau, deve ficar um escandalo de gostoso, e nutritivo, pretendo alternar com o oleo de coco, variando um ou outro...bj

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Syl, não tenho guardado, mas vc me deu uma boa idéia... Depois me diga se ficou bom no seu mingau :-)
abs!

sylribeiro disse...

já estou com o meu oleo de nozes aqui...estava com muita vontade de experimentar e nao pude esperar ate o café da manhã, fiz um purê de inhame, aos moldes da sopinha, amassei com garfo, e incorporei uma deliciosa escarola bem cozidinha, nao refoguei nada, so temperei com um pouco de manteiga president com flor do sal, oh que chique...rs.. e por cima um fio do azeite de nozes, confesso ficou maravihoso, nao faltou nada além!
amanha vou usar no mingau e te conto depois, mas deve ficar do balacobaco.
menina, comprei castanha do para e vou fazer sua receita....se sobrar guarda na geladeira ou é para fazer e comer na hora?
beijos obrigado pelas inspirações!

sylribeiro disse...

completando,,nao vou guardar na geladeira, vou fazer como faço com azeite, guardo embaixo da pia, nao bate sol e a luz é minima.
( falo do azeite de nozes )

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Syl, o huile de noiz lá de casa tb está debaixo da pia, sem problemas - se bem que não dura muito ;-)
Sério, na embalagem, não manda guardar na geladeira, talvez durante o verão numa cozinha em que bata sol da tarde, seja necessário. O que não é nosso caso, felizmente.
A manteiga dura muitos dias, semanas, na geladeira. Pode-se congelar inclusive.
Amei sua receitinha de pûre de inhame, é isso aí!
abs, Carol

sylribeiro disse...

vou fazer esta manteiga! a castanha do pará nao precisa ser deixada de molho? usa-se in natura?
tipo vapt vupt?
bjs
hoje no mingau ficou meio enjoativo, creio que abusei da quantidade.
bj

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Syl, a castanha é crua, in natura. Sem sal, pode fazer sem medo.
abs,
Carol