sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Como funciona uma Corporação e como o que você consome, implica nisso



Há muitos anos, o Bill Clinton esteve no Brasil em viagem oficial e fez um comentário que desagradou as então autoridades brasileiras: que não havia um único produto brasileiro sem que mão de obra infantil estivesse envolvida em pelo menos uma etapa do processo. Mais de 10 anos se passaram e a situação não mudou muito, o brasileiro continua comprando muito e pior, sem ter a menor noção de como e onde o produto foi feito.

Eu estou para falar dos 2 filmes abaixo há muito tempo, já havia abordado todos os outros que também estão listados no final da postagem, mas sempre faltava uma ocasião especial para falar desses 2 em específico. A maioria das pessoas acha difícil entender como comprar um computador por ano e comer 1 bifinho (ou peito de frango) por dia, pode impactar tanto no meio ambiente, afinal que mal pode haver se todo mundo faz e a gente precisa muito desses produtos...  É complicado sim e consumo consciente deveria ser ensinado antes da alfabetização nas escolas, justamente porque permeia todas as escolhas da vida de uma pessoa. Fala-se em fair trade, buy local, feira orgânica, compras cooperativadas, mas parece que no final das contas, é só a pontinha de um iceberg.
A gente compra uma mera camiseta numa loja muito bacana e socialmente responsável e no dia seguinte, abre o jornal e vê que a mesma foi produzida por bolivianos mantidos como escravos, aqui em São Paulo. Não, não é no Acre, é ali por Osasco mesmo.
Por que uma grande rede varejista escraviza e a pequena confecção do meu vizinho não?
Existe uma relação nisso tudo e os vídeos abaixo, tentam explicar. Tire um tempinho e tente assistir aos dois.

Para entender como tudo funciona, da produção à distribuição, assista ao curta "The story of stuff", curtinho e super didático:





Se tiver que assistir a um único documentário, assista a "The Corporation".
Há muitos outros filmes excelentes listados aqui, como o "Flow, por amor à água", "Ouro azul, a guerra mundial pela água", "O mundo segundo a Monsanto", "Criança, a alma do negócio" e o imperdível a "Revolução dos cocos", mas "The Corporation" parece a síntese de tudo, até porque há inúmeros depoimentos de especialistas presentes na maioria dos outros filmes.

Se você pensa em transgênicos, sementes suicidas e o pesticida Round Up, "The Corporation" aborda e ainda nos presenteia com um depoimento da Dra Vandana Shiva, autora da tese sobre a tecnologia terminator e igualmente presente em "O mundo segundo a Monsanto". Já para os que lembraram da água e das questões de hidropirataria, o mesmo sapateiro boliviano, principal personagem de "Ouro Azul" também dá o seu depoimento. Lembrou de Michael Moore e do golpe de estado corporativo descrito em "Capitalismo", pois "The Corporation" encerra com um depoimento dele.
Está todo mundo ali, Peter Singer, Melanie Klein, Milton Friedman e até ex-CEO´s de corporações como a Shell e IBM.
Confesso que não é dos mais fáceis de assistir, são 24 partes de menos de 10 minutos e muita informação abrangendo centenas de assuntos correlacionados. Mas vale muito a pena, você pode pausar ou mesmo deixar para assistir a metade no dia seguinte e o documentário faz aquela lavagem cerebral necessária esporadicamente.





Outros filmes igualmente bons e que abordam a mesma questão de outras óticas:
Das Rad 
Turista Espacial
Dying to have known
Os videos da Libertação Animal
Chemtrails, o rastro químico que está sendo jogado no ar


Ainda da "The story of stuff":
A história dos eletrônicos
A história da água engarrafada
Como funciona a indústria de cosméticos
A história das soluções, da falência e da mudança


Para quem quiser cair dentro:
Soja é desnecessário
O mundo é o que você compra
75 livros sobre sustentabilidade
A casa sustentável é mais barata
Quantos escravos trabalham para você?
"Eu queria trabalhar com sustentabilidade"
"10 empresas controlam 85% dos alimentos”
Greenwashing, a mentira verde da publicidade sustentável
A rede capitalista de 147 empresas que controla 60% das vendas do mundo
Greenwashing é isso aí: Ranking das marcas mais verdes do mundo (mas Darwin explica)



Desmistificando tudo:
O mito da proteína
O mito do reflorestamento de eucalipto
O mito das emissões de carbono neutralizadas
O mito da embalagem sustentável: manual básico de reciclagem
O mito do agrobusiness: agronegócio perde em eficácia para agricultura familiar
O mito da autossuficiência em petróleo: No país do pré-sal, a gasolina mais cara do mundo



Só existe uma solução: comprar menos, reaproveitar e dividir tudo - não tem milagre, mas ninguém precisa surtar. Assista à "Revolução dos cocos" e você vai entender o que tem que ser feito. Se não consegue entender porque tudo que é produzido atualmente dura menos do que manufaturados de 20 anos atrás, leia sobre obsolescência programada na postagem "A casa sustentável é mais barata 05 - parte  (eletrodomésticos vintage)".


A imagem é Malvadinha, como sempre.

2 comentários:

MaFê Senger disse...

Amo Malvados!

Parece que nosso cérebro estásofrendo de obsolescência programada: a pessoa come aquela comida obsolesuicida que vem no ´prástico'e o cérebro ( e a saúde) dela vai ficando obsolecido/obscurecido.

BeijOM,

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Não é a toa que liquidação (e obesidade) mata muito mais gente do que os tubarões.