sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A Ecopista cogeradora de energia piezoelétrica do Rock´n Rio

A EcoGreens – Soluções Sustentáveis lança no Rock´n Rio a EcoPista, primeira pista de dança sustentável da América Latina.

Criada na Holanda e lançada no mercado em 2008, a EcoPista gera energia elétrica apenas com a movimentação de pessoas sobre sua superfície. Quanto mais movimento, maior a experiência de interatividade com a pista e mais energia limpa é produzida.

A experiência é única. O contador de energia mostra o resultado da performance sustentável. As luzes coloridas sob a superfície da pista também respondem aos movimentos.

Ao final, a energia limpa gerada pela pista pode ser usada imediatamente, direcionada para a rede elétrica ou armazenada.




Apresentação da EcoPista no Rock´n Rio

Sexta-feira, dia 23 de setembro, às 16h. Com presença do diretor de marketing da EcoGreens, André Amaral.

Domingo, dia 25 de setembro, às 16h. Com presença do CEO da empresa holandesa SDC, criadora da EcoPista.

* As Ecobikes farão companhia para a pista, Sucesso em 2010, as Ecobikes da EcoGreens movimentaram a enorme roda-gigante do festival SWU. Dessa vez, além de gerar energia pedalando, será possível participar de um jogo exclusivo, conectado à bicicleta.


Como funciona?

O chão da EcoPista se comprime 10mm quando pressionada pelos passos de dança, por exemplo. Esta pequena compressão é suficiente para ativar o mini-dínamo, aparelho que converte movimento em energia elétrica, localizado no interior de cada módulo da pista.

O módulo tem o formato de um cubo de 75cm (comprimento) X 75cm (largura) por 20cm (altura) e gera até 20 watts/hora, o equivalente a duas lâmpadas econômicas ligadas por uma hora.

Conectando todos os módulos, o sistema da pista agrupa e acumula energia suficiente para iluminar a própria pista de dança, garantir o som do DJ ou ser armazenada para uso posterior. A quantidade de energia que o sistema gera pode ser acompanhada pelo contador de energia.

O software que calcula a energia gerada pela pista apresenta o resultado instantâneo em watts e o total produzido (em joule ou watt / segundo). Essas informações podem ser apresentadas em tempo real para os usuários da pista numa torre conectada à rede.


Como utilizá-la?

A EcoPista pode ser alugada ou instalada permanentemente. As possibilidades de uso são infinitas – em danceterias, festivais, museus, eventos de tecnologia e sustentabilidade e mesmo em gincanas de escolas e clubes, quando podemos dividir a pista e identificar que equipe está produzindo mais.

Onde há movimentação de pessoas pode haver uma EcoPista. Onde há demanda de energia, pode haver energia limpa.

Por ser dividida em módulos, a EcoPista pode assumir diversos formatos, utilizando um mínimo de 4 módulos. Suas cores de fundo e imagens no contador de energia podem ser personalizadas para cada cliente. É possível também programá-la para interagir com a movimentação do público, alternando ou mudando o ritmo das cores.

Para todos, a experiência será única – divertida, moderna e ambientalmente correta.



Já imaginaram uma cidade onde todos os prédios públicos, escolas, hospitais, shoppings, mercados e até calçadas são pavimentados com essa nanotecnologia? A cidade muito provavelmente seria autossuficiente energeticamente, precisando apenas complementar com fontes auxiliares de energia limpa, como solar, de marés e eólica.


Sobre o Rock´n Rio e festivais em geral, valem as dicas do Carnaval: lixo nas lixeiras, banheiros só os químicos (os postes e árvores não foram feitos para isso), bom humor, camisinha sempre e, se beber, não dirija. As famigeradas garrafinhas (bio) plásticas de água mineral ainda são um mal necessário nesse tipo de situação. Seja então um consumidor consciente e compre garrafas maiores, esqueça dos copinhos, mas não se desidrate.
Aproveite para juntar os amigos e fazer mutirões de carona até os pontos de ônibus oficiais do evento, ou vá de transporte público e não se preocupe com nada, só em curtir.


Mais informação:
Gerador de hotel alimentado por energia de pedaladas dos hóspedes
Presos pedalam e geram energia para postes em MG em troca de redução da pena

Nenhum comentário: