domingo, 21 de outubro de 2012

Sucos Verdes






Sem fogão, estou tendo que improvisar. Pensei em adotar sucos verdes, brotos germinados e alguns pratos da comida crua, o crudivorismo.

Como adoro meus panelões de ferro e barro, nunca me aprofundei no assunto, apenas havia tido experiências de degustação em eventos, que não despertaram meu interesse em pesquisar o assunto para escrever sobre.







Para começar, sucos da maneira que você conhece não são um alimento dos mais indicados. Se reparou aqui no blog, nunca divulguei uma receita de suco, apenas de águas aromatizadas, limonadas, lassis, açaí orgânico, smoothies, chás, leites vegetais, mousses sem açúcar e até sopas frias, mas o suco grosso e batido no liquidificador nunca. Explico melhor: para fazer um copão de suco, daqueles bem consistentes como o das lojas, é preciso uma quantidade imensa de fruta. A pessoa acaba ingerindo muita sacarose sem matar a fome que comer as frutas aplacaria. Pior, sem ingerir fibras benéficas ao organismo e a digestão. A própria consistência dos sucos já evidencia que mais parecem mousses a serem consumidas de sobremesa, em tigelas pequenas.

Entretanto, já havia lido alguma coisa sobre o broto do trigo, fonte maior de clorofila, só ser compatível com maçã e da existência de muitos relatos de curas de câncer com sucos verdes. Como eu não entendia nada do assunto, resolvi ligar para uma amiga que entende.
Pacientemente me explicou que suco verde é todo suco feito com vegetais, não necessariamente de brotos germinados cultivados pelo comensal. Perguntei com naturalidade “Então limonada batida com couve e abacaxi com hortelã são sucos verdes?” e ela me confirmou que sim, que faz seus sucos verdes batendo banana com couve e hortelã, às vezes usa abacaxi, às vezes deixa mais grossinho como uma papinha que toma no café da manhã, etc.

De onde concluí que suco de beterraba e cenoura batidos com laranja também se enquadrariam na categoria “verde”. Sim, um suco vermelho pode ser verde também.

Recebi 2 dicas de sites: Terrapia (no portal da Fiocruz) e Biochip (no portal da PUC-Rio), ambos excelentes, mas mais focados na germinação dos brotos, que não estou por hora muito interessada.

Aqui no blog, você já encontrava pelo menos 4 sucos verdes: a limonada suíça clorofilada (batida com couve), o refresco de capim limão fresco (não é a erva seca do chá), o refresco da casca do abacaxi batido com hortelã e um refresco de maracujá com inhame cru.

Comecei a pesquisar o assunto com mais calma e cheguei a algumas conclusões:

1. Não use suco de laranja como base do seu suco verde, o suco de laranja é basicamente sacarose e tão calórico quanto um copo de Coca –cola, prefira o limão (ou maracujá, abacaxi, melancia, etc) e chupe as laranjas com bagaço e tudo, o intestino vai virar um relógio e a taxa de açúcar no hemograma continua baixa;

2. Hortaliças como espinafre e taioba não devem ser usadas em sucos verdes apesar das muitas receitas com espinafre. A taioba arde se consumida crua, "pica a garganta" como se diz na roça, e o espinafre é rico em ácido oxilálico, só devendo ser consumido previamente cozido, daí a tradição do creme de espinafre em detrimento de seu uso em saladas. Para qualquer hortaliça: prefira orgânico e deixe de molho em solução de água com vinagre por meia hr antes do uso para matar os vermes;

3. Não adoce, mesmo estando acostumado a sucos adoçados. Tenho feito limonadas suíças (com casca) e muitas folhas sem adoçar nada. As hortaliças cortam qualquer acidez;

4.Foi sugerido o uso de água de coco no lugar da água para bater sucos verdes. Adorei a ideia, mas como água de coco é inexplicavelmente cara nesse país lotado de coqueiros e eu adoro o líquido de paixão, tenho batido tudo com leite de coco caseiro diluído em água. Quem gosta ainda pode adicionar 1 colher do óleo de coco extra virgem;

5. As receitas de suco verde encontradas na internet sugerem sempre pouco líquido para bater, aumente e muito essa proporção. Aqui em casa, o suco feito de 1 manga, 4 folhas de couve, 1\2 maço de hortelã e 1\2 de capim limão é batido com pelo menos 3 litros de líquidos, seja água, água de coco ou o leite de coco caseiro.

6. Você pode ou não coar, usando vegetais fibrosos e frutas de casca grossa, como o limão, a coagem é necessária. Batendo abacaxi com hortelã, não é. Fica a seu critério

7. Hortaliças como cenoura, pepino, berinjela, beterraba, salsão, repolho, salsinha, alfafa, folhas de nabo, brócolis, couve flor, erva doce e até o inhame cru combinam divinamente, além de serem desintoxicantes. Tomates e batatas entram em algumas receitas exóticas, mas devem ser sempre evitados pela toxidade e acidez. Para qualquer hortaliça: prefira orgânico e deixe de molho em solução de água com vinagre por meia hr antes do uso para matar os vermes;

8. Chás gelados também podem e devem ser usados como líquido base, os chás de hortelã, maçã e erva cidreira são os mais usados. Adicionar 1 pedaço pequeno de gengibre fresco em qualquer suco verde, além de uma delícia, ajuda a prevenir resfriados, alergias e até a combater as verminoses, principalmente aos que comem muitas folhas cruas, seja em suco ou salada;

9. Cenouras, uvas, cajus e todas as frutas vermelhas são antioxidantes naturais, todo suco verde fica muito mais gostoso adicionando um pouco delas. Melão e melancia, assim como o pepino, tendem a deixar os sucos mais refrescantes e diuréticos;

10. Brotos, sementes, algas marinhas, castanhas e afins. Estude antes de adicionar, veja as combinações recomendadas com pessoas que realmente entendem do assunto, há muito curioso falando bobagem na internet. A linhaça cultivada em chumaços de algodão germina em 2 dias e pode ser batida com tudo, já o broto de trigo pede estrutura melhor e só combina com a alcalinidade da maçã. Hipócrates, o pai da Medicina Moderna já ensinava no ano 400 a.C. que a boa comida era a mais simples, com menos misturas e combinações e que devíamos fazer do nosso alimento o nosso remédio.


Além do Terrapia e Biochip sugeridos, encontrei outro site maravilhoso, mas todo em inglês: The Wellness Warrior, capitaneado por Jessica Ainscough, uma linda australiana que se curou de um câncer adotando uma dieta radical onde ingeria até 12 copos diários de sucos verdes. Jéssica mantém hoje um bom portal com colunistas variados, venda de livros e vitaminas licenciados. Muitas receitas são em base de pêra, couve de Bruxelas e demais hortaliças comuns em outros países. Leia, inspire-se e adapte à sua realidade e ao seu clima. Se o que dá na sua terra, é sapoti, taperebá, umbu, grumixama e cupuaçu, use seu bom senso e vá em frente - o melhor alimento é sempre o orgânico produzido localmente – o que não faz o menor sentido é um país continental servir a mesma salada de Norte a Sul: de alface e tomate aguados.

Para baixar o e-book gratuito com mais de 100 receitas, visite o site e preencha seus dados, um link te redireciona depois de perguntar se é o download gratuito ou a compra. Vale a pena cumprir todas as etapas, o e-book gratuito é inteiramente ilustrado com fotos de seus leitores, todos de “bigode” verde, após tomarem sucos de vegetais. Uma interessante mudança de paradigma na cultura do “bigode” branco de leite de vaca.


Minhas receitas favoritas entre todas:

1. Manga, couve, hortelã e capim limão batidos no leite de coco caseiro, rende 4 litros que levo a semana tomando em jejum. Uma forma de manter a couve, que amarela rápido, sem estragar na geladeira;

2. Maçã, cenoura e gengibre, o suco base da dieta anticâncer do Dr. Gerson, leia mais em “Morrendo por não saber” mais abaixo;

3. Frutas vermelhas (morango, framboesa, amora, cereja e mirtilo) batidos com água de coco, inhame cru descascado e brotos de linhaça, é uma espécie de coquetel feminino, indicado para combate à cólica, câncer de mama e até rejuvenescimento da pele;

4. Abacaxi com agrião e gengibre, a receita original era com suco de tangerina, muito doce, troquei e estou satisfeita;

5. Maracujá com repolho roxo, 1 folha para cada 300ml do refresco da fruta. Um suco rosa com uma hortaliça sulfurosa (rica em enxofre) e importantíssima na profilaxia do câncer.




Dois “passo a passo” na minha cozinha nova (sem fogão):




Limonada suíça de limão galego batida com couve e hortelã. A limonada suíça de limão tahiti (ou qualquer limão verde) amarga e só pode ser tomada na hora. Em 5 minutos, está uma porcaria. Fazendo com o limão galego, de casca amarela-laranja, não há esse efeito colateral e dura 4 dias na geladeira.














Manga com gengibre, capim limão e folhas de nabo – as folhas de nabo deixaram um gosto que lembrou um pouco a rúcula e roubou o aroma do capim limão.




 









Segue abaixo uma reportagem recente do Yahoo sobre o assunto com mais 5 receitas, tente adaptar as mesmas de acordo com as recomendações acima para um resultado mais sadio e sustentável. Não resistindo e tendo que adoçar, prefira o melado de cana ao mel de abelhas sugerido pela nutróloga.


Cinco receitas de suco verde: descubra os benefícios

Suco verde é ótimo para o corpo. Se você deseja eliminar a prisão de ventre, melhorar a digestão, combater o envelhecimento precoce e de quebra perder peso, o suco verde é ótimo para o seu caso. Esses sucos são ricos em vitaminas, nutrientes e minerais: aminoácidos, oligoelementos, fitoquímicos e principalmente enzimas. Alguns deles possuem ação antioxidante que melhora a qualidade sanguínea e ajustam o metabolismo, proporcionando uma sensação de bem-estar.

Antes de começar a sugerir as receitas, a nutróloga Liliane Oppermann dá uma dica de fruta que combate o mau humor. “O abacate é uma fruta que age no sistema nervoso central fazendo a manutenção dos hormônios. É rica em vitamina B3 e beta-sistosterol que bloqueia as taxas de cortisol, hormônios do estresse, além de melhorar o humor”, diz ela.

A alface é outro alimento benéfico que combate a irritação e um ótimo calmante, produzido pela substância lactucina. Veja 5 receitas de sucos verdes. Todos os sucos são batidos no liquidificador. Também podem ser coados ou consumidos naturalmente com os gomos, peles e semente:

SUCO A BASE DE COUVE
Rico em vitaminas, o suco de couve ajuda a combater as seguintes doenças: depressão, úlceras e até elimina as substâncias cancerígenas. Auxilia no bom funcionamento do intestino. Além disso, a couve é anti-inflamatória e cicatrizante.
Calorias: 40 calorias por copo
• 2 folhas de couve lisa
• 2 folhas de couve-de-bruxelas
• 1 rama de couve-flor
• 1 rama de brócolis
• 4 cenouras
• 1 maçã pequena (pode ser feito com outras frutas)
• 1 copo de suco de laranja
• Bata no liquidificador e adoce com mel.

SUCO DE ESPINAFRE COM GENGIBRE
Aumenta o metabolismo facilitando na perda de peso.
Calorias: 25 cal por copo
• 2 xícaras (chá) de espinafre
• 2 copos de pepinos cortados
• 1 cabeça de aipo
• 1 colher (chá) de gengibre
• 1 porção de salsa
• 2 maçãs cortadas
• Suco de limão
• Bata no liquidificador e adoce com mel

SUCO DE SALSINHA, CENOURA E FRUTAS
Possui efeito diurético e desintoxicante. O ideal é consumi-lo no período da manhã: dá energia e limpa o organismo.
Calorias: 60 cal por copo
• 2 fatias grossas de melancia
• 1 maço pequeno de salsinha
• 2 maçãs
• 2 talos de salsão com as folhas
• 3 talos de erva-doce (ou funcho)
• 1 cenoura
• 2 laranjas
• 2 folhas de couve
• 1 pepino inteiro
• 1 pêra
• 1 punhado de brotos de alfafa
• Bata no liquidificador e adoce com mel

SUCO REGULADOR
Ideal para mulheres grávidas ou que já estejam amamentando. Ajuda na produção de leite.
Calorias: 45 cal por copo
• 1 cenoura
• 1 maçã descascada
• 2 talos de salsão
• ramos de hortelã
• suco de 1 limão
• ½ copo de água mineral.
• Bata no liquidificador e adoce com mel

SUCO REJUVENESCEDOR
É antioxidante. Promove o rejuvenescimento, garantindo uma pele mais saudável.
Calorias: 50 cal por copo
• ½ xícara de manga cortada em cubos (pode ser mamão ou caqui também)
• 1 cenoura cortada em rodelas
• ½ maço de hortelã
• suco de 1 limão médio
• Bata no liquidificador e adoce com mel




Filmes imperdíveis:
Turista Espacial”, ficção sobre uma sociedade do futuro onde a alimentação crua garante longevidade de 270 anos.
Simply Raw”, documentário sobre um grupo de diabéticos que reverte o quadro adotando uma dieta basicamente crua, dobradinha com o livro “Porque podemos viver 120 anos” que trata do mesmo assunto.
Morrendo por não saber”, documentário sobre a vida e legado do Dr. Gerson, médico alemão radicado nos EUA pós guerra, cujo trabalho de cura do câncer pela alimentação nunca foi reconhecido pela comunidade científica, apesar de ter curado o Prêmio Nobel Albert Schweitzer.

 

Mais informação:
Lassis
Abacate
Smoothies
Comida crua
Limão galego
Capim Limão
Delícias geladas
Águas aromatizadas
Leite de coco caseiro
Açaí orgânico com abacaxi
Mousses de frutas sem açúcar
Mel de abelhas x melado de cana
As frutas que ninguém come mais
Panela velha é que faz comida boa
Hortaliças em extinção pelas tentações da cidade grande

15 comentários:

sylribeiro disse...

Carol, que bacana essas receitas. Eu vivi `a base de sucos em 1995, depois de ler o livro O poder dos sucos, que tenho ate hoje, la tem mais de duzentas receitas e uma delas chama se "suco para olhos lindos"...nesta epoca mantive um estado de saude de dar inveja! Depois minha centrifuga pifou, e eu deixei de lado. Hoje uso muito pouco alimentos crus, a não ser no verão, mas adoro os sucos verdes, e ando pensando em resgatá-los depois de ler o livro Lugar de medico é na cozinha, beijos!!

Kenia Bahr! disse...

Oi, Carol!
Eu curto muito sucos nesse verão escaldante, às vezes substituo o café da manhã ou o jantar por um copão de suco verde. Comprei até uma centrífuga semana passada e sempre diluo os sucos, são fortíssimos!

Mas diga: o suco não vai perdendo as vitaminas quando você deixa na geladeira durante dias?

Beijos!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Gente, não precisa de centrífuga!
Há alguns anos, nos tempos do orkut, eu era membro de uma comunidade só de sucos, rolava o maior tricô, etc.
Enfim, já naquela época se malhavam essas centrífugas que prometem maravilhas. Diziam com muita propriedade que a centrífuga era boa para extratos (como clorofila, gengibre e POUCAS exceções). Mas q fazer sucos nela era proibitivo, já que um mero copo de suco de maçã consumia até 6 maçãs. Muito açúcar concentrado!
A centrífuga seria um produto industrial adaptado ao uso doméstico sem critério algum.
O certo é o bom e velho liquidificador, que com pouco líquido faz 1 jarra de suco com apenas 1 maçã.

Sobre a perda dos nutrientes, perde um pouco sim, eu procuro deixar em farra vedada (como na foto) e consumir em 4 dias. Depois de 5 dias, tende a oxidar e os radicais livres entram em ação. Se faço logo 2 jarronas é por causa da mão de obra em lavar e coar tudo diariamente...
Em tempo, toda hortaliça começa a perder nutriente depois que é colhida do pé.

Vou atrás desses livros sugeridos, que maravilha - que nomes poéticos :-)))

Mariana MT disse...

Que legal chegar aqui e me deparar com esse post. Tô super empolgada com esses sucos verdes. Minha hortinha está a todo vapor e usar as folhas verdes para fazer sucos foi a maneira mais que ideal que encontrei de colher todo dia algumas das folhas.

Esse domingo tomei algumas cervejas e na segunda acordei com aquela sensação de que meu organismo foi assaltado. Há dez anos eu teria virado 1l de coca cola pra amenizar (momentaneamente) essa sensação. Felizmente hoje em dia, eu nem compro essa porcaria. Fiz um suquinho com couve, limão e cenoura, me echi de frutas e 1 hora depois nem sinal da bebedeira na véspera.

Assim que vi seu post fiz o suco desintoxicante indicado e amei o sabor, por sorte tinha todos os ingredientes, com a vantagem de que a couve e a salsinha eu colhi na hora.

Só fico triste de desprezar o sumo na compostagem. Tem alguma idéia pra reaproveitar? Tô pensando em usar o resíduos dos sucos que só levam verdura e legumes (e limão) no preparo do feijão. Será que dá certow

Adorei as indicações dos sites tb! Germinar grãos é meu maior desafio. Tento, tento e não consigo, mesmo com melhor passo a passo que já vi ( no blog Come-se)...ainda assim não estou conseguindo.

beijos e obrigada por compartilhar cada nova descoberta!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, parabéns pela sua horta caseira!
Então, eu já aproveitei o bagaço residual de um suco verde em base de pepino+couve+salsa para um gnocchi de inhame - ficou divino e verdinho, comi com molho de tomate bem pegado no alho.
Ganhei num workshop de alimentação viva há muitos anos. Serviram o suco, avisaram que o bagaço iria para o lixo, ninguém quis e eu levei em sacos plásticos na bolsa. Improvisei o gnocchi e deu certo!
Mas agora sem fogão, está mais complicado...

Eu imagino que o bagaço residual possa ser aproveitado sim, desde que não leve cascas e sim, peles. Explico melhor, algumas hortaliças têm casca, como limão, manga e abacaxi. Outras tem pele, como pepino, maçã, pêssego, tomate...
As folhas podem ser todas aproveitadas, à exceção das que têm caule, como o cabinho da hortelã. Já o caule da salsa e da couve, são digeríveis, não fibrosos.
Então eu imagino que uma forma de aproveitar o bagaço seja bater primeiro tudo que seja comível, como maçã, salsa, couve, cenoura, etc. Coar e aproveitar congelando logo.
Depois, juntar no mesmo liquidificador os taludos e cascudos, como abacaxi, limão, manga e hortelã. Bater, coar e despejar na terra-composteira.

Futuramente, aproveitaria os bagaços congelados.

Mas sua pergunta foi maravilhosa, assim que arrumar um fogão, vou partir para as receitas com os bagaços e talos!

beijos,
Carol

Mariana MT disse...

Carol...seguindo sua dica, reaproveitei o bagaço num patezinho. Bati com um cará já cozido, no liquidificador, depois levei pra panela e misturei com alho frito, páprica, cebolinha e tomate picados. Ficou delicioso. Comi com um pão integral dois grãos, que inventei na hora e deu super certo. Amei! Hoje vou usar incorporado ao molho de tomate nas panquecas do almoço. Valeu pela dica!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, adorei sua sugestão e me inspirei. Fiz um sorvete de inhame na semana passada. Vou falar dele em breve!

bjs
Carol

Gaia disse...

"Sim, suco vermelho também pode ser verde" rsrsrsss
Acho muito interessante esses sucos, na verdade só experimentei um apenas uma vez oferecido por um amigo Vegano. Era de Cenoura com algumas outras coisas mais que não me lembro agora, mas me lembro de tomar sem fazer cara feia alguma. O aspecto era meio grosso e gosto forte, mas entendi que não foi coado para manter o máximo dos nutrientes, e achei a ideia super saudável!

Ah, e parabéns pelo Blog, sempre que possível acompanho e paro para dar uma lisinha nas novidades!

Mariana MT disse...

Sorvete de inhame??
Fiquei de cara! Curiosíssima para saber.
Hoje fiz um outro patê no estilo daquele, mas com inhame, cozido, batido de leve no liquidificador com meio limão e duas colheres generosas do bagaço do suco verde. Tostei meia cebola no azeite com shoyo, coloquei açafrão e curry amarelo. Ficou pedaçudo e maravilhoso. Acabei com tudo, num lanchinho de verão maravilhoso!

Tô usando em tudo, nos molhos de tomate, em bolinhos fritos, nos patês e no caldo do feijão. A família inteira come e nem sabe...rs

Mariana MT disse...

Ahhh...eu li sua resposta sobre meu forno solar. A tampa do meu é escura, um marrom forte. Não sei se ajuda ou atrapalha. Se amanhã fizer um sol daqueles, vou colocar uns legumes lá dentro e ver no que dá. Obrigada pelas dicas!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, tenta sim e depois me diz no que deu!
Hoje está chovendo aqui no Rio, nada de sol.

Vc já tentou essa pastinha de inhame com azeitona? Pelo que vc fala, deve combinar... Eu amo azeitona, ponho em tudo e lembrei.

bjs :-)

Mariana MT disse...

Verdade...e faz tempo que não compro azeitonas. Vai combinar muito, com certeza.

Tô usando o bagaço em tudo. Nos molhos, bolinhos e principalmente no feijão. Ninguém percebe e todo come!

Misturo no fubá e tb compartilho com a cachorrada!

O forno solar ainda não deu certo por aqui. Hoje coloquei uma berinjela e nada. Preciso fazer as alterações necessárias para aproveitar de fato esse sol maravilhoso de verão...

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Mariana, que maravilha. A idéia de reaproveitar no feijão é excelente. Não desperdice seus bagaços, é por aí mesmo.
Até os cachorros estão se dando bem!

abs,
Carol

Mariana Neves disse...

Boa noite,
Gostaria de começar a tomar suco verde e pensei em combinar os seguintes ingredientes: maça, couve, pepino, cenoura e abacaxi.
Você acha essa uma boa combinação? Quais as medidas que devo utilizar para fazer o suco?

Obrigada pela ajuda.
Mariana

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Mariana,
eu não sou nutricionista, não seria ético te indicar uma receita de suco. O uso da couve e da cenoura é excelente e padrão nesse tipo de bebida.
Mas não sei se combinar pepino com abacaxi seria digestivo, pepino normalmente se usa para liquefazer com batata doce e abóbora crua, trazer mais suavidade. O abacaxi já tem muita água e em tese não precisaria de mais líquido.
As medidas ficam ao seu critério, suco não tem tanto mistério assim, ou é palatável ou é uma massaroca intragável. Mas a proporção de 1 abacaxi, 3 cenouras e meio maço de couve devem render pelo menos 4 litros de suco. Junte água ou água de coco sempre, é para ser líquido.

Na postagem acima, vc encontra muitas receitas com medidas, elaboradas por uma nutricionista e pode usar todas como base para suas novas combinações.

abs,
Carol