segunda-feira, 22 de abril de 2013

A horta urbana da Pedro Américo no Catete, RJ



Como hoje é o Dia da Terra, aproveito para compartilhar uma experiência de bom uso da mesma em qualquer cidade do mundo, simples e barata, como se gosta das coisas por aqui.


Renato Martelleto é responsável pela Feira de Orgânicos do Flamengo, que também organiza os passeios ao Brejal, o pólo agrícola orgânico na Região Serrana do estado do Rio.
Agora, em parceria com a prefeitura carioca, Renato conseguiu um terreno à Rua Pedro Américo 104, no bairro do Catete (vizinho ao Flamengo), com a finalidade de transformar o terreno baldio em horta urbana. Desde então, venho recebendo emails dele, convocando os amigos a colaborar na limpeza do terreno. Não havia conseguido comparecer até então, mas nesse sábado, dei uma passada lá e aproveito para compartilhar o que já existe com o que está por vir. Espero que inspire outras pessoas a abraçar a ideia e dar uma força ao Renato.

Uma horta orgânica nunca é apenas uma hortinha de bairro, envolve uma série de outras opções, como oficinas de capacitação, atividades culturais, reciclagem do lixo e o mais importante, mostrar que existem outras escolhas para tudo, incluindo o espaço público.









O que mais pode ser feito:
Renato esteve em Itaguaí, cidade da Região dos Lagos do estado do Rio e conheceu o projeto de construção sustentável da prefeitura local, a intenção agora é replicar na horta do Catete.





Mais informação:
A Sinfônica do Lixão
Flores não são verdes
Parque Cantinho do Céu
Você já foi ao Brejal? Então vá!
Orgânicos podem ser mais baratos
A Feira de Orgânicos do Flamengo
Top 5: fazendas urbanas novaiorquinas
3 dias bioconstruindo em Santa Teresa
Por um Largo do Machado que nós merecemos
6 parques públicos construídos com material reciclado

4 comentários:

Carlos Nishio disse...

Olá, Carol!
Venho através deste comentário retificar que na citação "Renato esteve em Itaboraí, cidade da Região dos Lagos do estado do Rio..." o lugar está errado, estas fotos da casa de pneu, são da Secretária Municipal de Itaguaí, que fica na costa verde, Rio de Janeiro.
Aguardo Retorno.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Carlos, tem toda razão, já falei com Renato e retifiquei na postagem.

Abs e apareça, é um prazer ver que escrevo para gente tão atenta!

Carol

Anônimo disse...

Ola! Eu sou a Amélia. Sou urbanista e trabalho em Bruxelas, onde a agricultura urbana se desenvolve com bastante força e com modalidades de projetos super interessantes. Estou procurando informaçoes sobre hortas urbanas no Brasil - foi assim que cheguei ao teu blog e ao artigo sobre renato Martelleto. Gostaria de saber mais o projeto do Catete e também sobre outros projetos similares. Obrigada desde ja. Abraço


Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Olá Amélia, vc conhece o Planta na Rua RJ?
https://www.facebook.com/pages/Planta-na-Rua-RJ/141616916001930

Fazem um trabalho incrível.

Agradeço também se puder enviar as iniciativas daí para a gente divulgar aqui :-)

abs,
Carol