terça-feira, 9 de julho de 2013

S. Roberto continua vendendo frutas que ninguém come mais na Rua das Laranjeiras

S. Roberto é uma figura querida por aqui, vendedor de frutas na Rua das Laranjeiras, andou sumido do blog em virtude da minha mudança do Flamengo para o Maracanã. Como hoje o reencontrei por lá em função de uma ida ao dentista, as frutas exóticas - que não têm nada de exóticas, são justamente nossa tradição - reaparecem com cor, aroma e sabores bem brasileiros.
Conversando hoje com ele, descobri então que agora somos praticamente vizinhos, S. Roberto é nascido e criado no Morro da Mangueira, conhece todos os grandes sambistas de criança.
Aproveitei que é terça e passei na Feira de Orgânicos do Flamengo ali do lado, na Praça José de Alencar.

O ponto do S. Roberto é na Rua das Laranjeiras em frente à galeria da Caixa Econômica Federal e Loja Americana, quase no Largo do Machado.


Sapotis e cajus:



Carambolas:



Carambolas e manga palmer:



Sapotis, cajus e cana caiana:



Tangerinas, sapotis, carambolas e manga palmer:



Carambolas e banana ouro:



Banana ouro, acerola, jambos, cajá manga descascado e jaca descaroçada:



Carambolas, romãs, seriguelas e abiu:



S. Roberto à frente do negócio, lembro quando a barraca era mais simples, sem cobertura. A foto da primeira postagem dele inclusive mostra essa barraquinha mais modesta. Mas ele conta ter começado com um carrinho de mão.



Na geladeira daqui de casa, jambos e cajás manga descascados, junto com kefir de água e as geleias do Cerrado em umbu e maracujá da caatinga, que eu trouxe da RIO+20:




Meu trio favorito: carambola, caju e sapoti:




Mais S. Roberto:
As frutas que ninguém come mais
Outras frutas que ninguém come mais: jenipapo chocolate, graviolas, jabuticabas, seriguela e cana canaiana



Mais informação:
A Feira de Orgânicos do Flamengo
"Quem trouxe a fome, foi a geladeira"
RIO+20: de trazer na bolsa e na barriga
Hortaliças em extinção por causa das “tentações vindas da cidade”.
Come-se pelas ruas da Tijuca: abacate, manga, pitomba, cupuaçu, pupunha, limão galego

4 comentários:

alexandre e alana disse...

Belas fotos das frutas do seu Roberto! Sapoti eu não conheço, que sabor terá?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi pessoal! Lembra muito pêra quando já está bem madura, mas é mais agreste. Eu adoro, compro sempre com ele.
Sincronicidade: leio nesse momento sobre os ovos verdes e azuis do seu sítio.

Maria Gloria D'Amico disse...

Belo post e fotos! Parabéns!
Beijo s2

Anônimo disse...

Que delícia! Vou já conhecer a barraca do seu Antônio. Tenho mesmo sentido falta de comer mais frutas. E o kefir de água ali!? Que saudades de kefir.