quinta-feira, 19 de junho de 2014

Animal Print em crochê e tricô






"Ter cara de rica envelhece", Danusa Leão

Animal print está na moda e, com o inverno, as coleções tendem a trazer também muita pele em seus modelos. Nenhum dos dois faz exatamente a minha cabeça, tanto as peles quanto as estampas animais são, na minha modesta opinião, geralmente de gosto duvidoso e tendem a deixar os modelos marcados demais, difíceis de serem reaproveitados no futuro e de manutenção cara, por exigirem lavagem à seco entre outros cuidados. E as peles ainda são um atestado de perversidade, não dá mesmo.





Mafê Senger, persona gratíssima nesse blog amador, que já havia me presenteado com um lindo xalecol de Mobius entre outras bossas em crochê, enviou-me muitos links de animal print no material - o que pode ser muito mais interessante, até porque geralmente a estampa animal tem uma proposta lúdica e é mais atrativa em materiais alternativos como plástico de galochas e pelúcia sintética de falsas estolas e plumas, justamente descaracterizando a seriedade da coisa. O próprio crochê (e tricô), além de sustentável por permitir reaproveitamento total desfazendo a peça, já mereceu uma postagem exclusiva "A Sociedade das Agulhas"

E nunca é demais lembrar, esses blazers, vestidos e demais modelitos caríssimos em oncinha, zebra e tigrados que vemos por aí nas peruas da vida, envelhecem muito suas usuárias. Quando acompanhados de dourados então, nem se fala!
Que tal um "aqua wolf felted scarf" bacanudo como o abaixo? Bem mais moderninho do que aquela "estola de marta" que sua avó usava quando arrumava o cabelo com laquê...







Para fazer os 4 modelos abaixo, presentes em dúzias de sites, alguns tutoriais podem ser vistos nos blogs linkados (mas não tem muita ciência, segundo as entendidas):
Wipster: Foxy Mr Fox
Tinyowlknits: Mr Fox stole my heart




Os animais são apenas sugestões, a cobra adapta-se facilmente a um jacaré e o leão, a uma pantera negra, tigre, etc.






















Para meninas de todas as idades, o padrão de oncinha do Tricô em prosa que virou um gorro infantil, mas pode ser replicado em outros modelos, como cardigãns, vestidos, cachecóis e até maiôs de banho:












Para quem vai colocar a mão na massa, um padrão de girafa do site artfire e, abaixo, a sugestão em zebra que é encontrada por aí do pano de prato ao cobertor de bebê.













#LoucaPorSilverWolf   #TopandoCachecolJacaré

Para comprar as scarfs incríveis de lobo, raposa e alce, que começam essa postagem, o site é polonês (e careiro): ETSY Celapiu
Enrole um alce no seu pescoço você também e saia por aí fazendo carão que nem as mocinhas abaixo. Alce tem chifre, mas é hype!




Nenhum comentário: