sábado, 14 de junho de 2014

Móveis reciclados a partir do plástico e alumínio dos tubos de creme dental

Tubos de pasta de dente são lixo cinza e não reciclam. Eram, porque já existem móveis fabricados a partir de uma liga que combina tanto o plástico quanto o alumínio dos tubos de dentifrício.

Os amigos da Purilimp vendem esses móveis fabricados a partir de um laminado antichamas de fácil manutenção, que não enferruja, suporta intempéries e oferece 5 anos de garantia, fabricados justamente a partir do material em design clean e moderno.

Eu gostei muito de tudo e achei que valia a pena divulgar, por ser uma opção sustentável e resistente com grande apelo em escritórios, escolas, universidades e áreas livres. A liga é composta tanto do plástico quanto do alumínio dos tubos reciclados e, acredite, ainda cheira à pasta de dentes!

Uma opção viável para a reciclagem em escala industrial, com possibilidade de pontos de coleta dos fabricantes para logística reversa, que atendem à Lei de Resíduos Sólidos e, no mínimo, vão desafogar nossos aterros sanitários em grande parte. 
A questão da reciclagem e seus catadores esfomeados já foi amplamente discutida aqui, assim como reciclagem artesanal e seus equívocos. Então, se a legislação obriga empresas fabricantes a responsabilizarem-se por suas embalagens em todas as etapas, está mais do que na hora de a indústria farmacêutica, que ainda testa seus produtos em animais, interromper a produção de lixo e com o mesmo resíduo, fornecer matéria-prima para móveis resistentes e que vão substituir em parte outro equívoco ambiental, o mdf.







Um comentário:

Ricardo Augusto disse...

Ficamos muito felizes pelos seus comentários sintetizando o nosso pensamento. A arte está em tudo e nosso parceiro, a Ecofour, teve uma ideia fabulosa e a colocou em prática com enorme competência.

Você foi perfeita na sua análise.

Muito obrigado.

Felicidades.rowed EFItacke