segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

O emplastro de inhame com gengibre (e argila)

Em um dos primeiros livros de Sonia Hirsch que li, receitava-se um emplastro de inhame com gengibre como o único remédio-tratamento existente para unhas encravadas.
Como eu sofro de uma única e miserável unha que encrava repetidamente desde minha mais tenra infância, tentei e me dei bem.
No dia seguinte, o dedo estava desinchado, molinho, sem latejar e foi só retirar o pedaço que crescia para dentro com a tesourinha de unha.
Fazer o tal emplastro como na receita tradicional não era simples: rala-se (a mão) o inhame cru com 10% da sua parte em gengibre igualmente cru ralado. Fica com consistência de cenoura-beterraba crua ralada, que não é exatamente algo de imediata aderência na pele. Então, eu precisava fazer uma trouxinha com gaze para aplicar no local e deixar por pelo menos 2 horas. O ideal são 4.

Os anos passaram, já instalada na vida online e com esse blog a pleno vapor, em grande parte graças à própria Sonia, uma esteticista chamada Cida Comoti apareceu com um blog chamado "Faz bem, é fácil e natural", hoje fora do ar, onde propalava maravilhas sobre esse emplastro justamente na área dela, estética.
Eu já havia lido sobre outras aplicações do emplastro de inhame com gengibre nos próprios livros da Sônia, já que o emplastro é do tipo "puxa tudo" e era igualmente indicado como técnica complementar de cura para furúnculos, cistos, verrugas, tumores, verminoses e até fungos. Enfim, tudo que tem que sair, mas as vezes entope.
Cida, que obviamente pensa como esteticista, resolveu aplicar nas costas de uma paciente com acne crônica, uma moça jovem que nunca havia usado um tomara que caia de tanta vergonha de espinhas imensas que mais pareciam pústulas e iam de um ombro a outro. O tratamento funcionou divinamente e Cida partiu para o uso do mesmo emplastro em outros clientes, conseguindo grande melhora em diversos problemas tradicionais de pele, como manchas de sol, melasmas, rosáceas, poros dilatados, excesso de "cravinhos pretos" e claro, acne crônica.

Relatou Cida em seu antigo blog que fazia a limpeza de pele tradicional, com suas esfoliações, vapores e extrações, mas que aplicava o emplastro e recomendava o mesmo aos clientes, que relatavam maravilhas com o passar do tempo.
E mais uma vez, os vícios de nossas profissões revelaram-se benéficos, Cida havia desenvolvido uma técnica de tornar o emplastro mais homogêneo e de rápida aplicação: batia tudo no liquidificador.
Adorei a ideia e parti para a prática. Na primeira vez, não consegui bater nada, afinal inhame e gengibre são 2 sólidos muito firmes, que ficaram sambando de um lado para o outro do meu liquidificador.
Juntei um pouco de água antes que o motor do liquidificador fundisse e, apesar de bem batido e homogêneo, ficou um pouco ralo, o que por sua vez, atrapalhava a aplicação. Eu colocava no rosto, deitava e escorria tudo, muitas vezes na minha vista, causando ardência e tornando o tal tratamento um caos.
Lembrei então de uma antiga recomendação de Sônia, que sugeria juntar um pouco de farinha para dar liga caso as raízes raladas ficassem dispersas.
Eu não tinha farinha em casa, mas tinha argila e uma luz acendeu na minha mente:
"Se eu já faço máscaras faciais de argila dissolvida em água (ou babosa) e preciso de qualquer coisa parecida com farinha que dê liga no emplastro de inhame, como seria se eu substituísse a farinha pela argila? Ora, é melhor do que pó de gesso e eu vou estar fazendo 2 tratamentos de beleza de uma única vez!"
Claro que deu certo, pareciam feitos um para o outro e desde então, nunca mais fiz uma máscara simples de argila nem fiquei desesperada com trouxinhas de gaze ou a vista ardendo. Mas quem estiver atravessando depurações mais sérias do que unhas encravadas e meras razões estéticas, deve aplicar o emplastro o mais puro possível, não é o momento de inventar moda. E nada substitui uma consulta ao seu médico, um emplastro é sempre um tratamento complementar.


As máscaras faciais de argila são populares pela mesma razão desse emplastro de inhame com gengibre, porque a argila é o principal composto da geoterapia no quesito desintoxicação: tratamento tradicional para verminose e infestação por fungos é ingerir em jejum um copo de água com 1 colher de sopa de argila decantada ao longo da noite. Se puxa de dentro para fora na sua barriga, faz o mesmo na sua pele. Não importa se o que você está querendo puxar é um tumor no seio, solitárias no intestino ou os cravinhos do seu rosto, todos os três tem que sair. E esse emplastro ajuda muito qualquer tratamento médico convencional. Pense que se vai entrar na faca para extrair o tal tumor, não seria muito melhor se o mesmo já estivesse mais superficial? Você no mínimo vai sofrer uma incisão menor e ter uma recuperação muito mais rápida.
Remédio antigo para mazelas diversas: Elixir de inhame depurativo, para limpar de dentro para fora e aliviar a barra do fígado, que filtra tudo. Observe que na moda dos sucos verdes, não demorou para juntarem um pedacinho de inhame cru à couve com maçã e afins. Na postagem sobre cosméticos verdes e dicas da vovó (linkada abaixo em mais informação), você vai poder ler melhor sobre a relação "só se deve passar na pele o que se pode colocar na boca", a pele é uma esponja e o maior órgão do corpo humano.


Nas fotos abaixo o passo a passo para uma vida mais simples:

Inhame e gengibre crus, você não vai precisar desse gengibre todo e a proporção correta aparece na foto seguinte. Faça uma linda jarra de água aromatizada com o gengibre que sobrar.



1 parte de gengibre para 10 de inhame, ou 1 parte de inhame e sua décima parte (10%) em gengibre. Tudo cru e picado para bater no liquidificador com o mínimo de água. O suficiente para o motor não fundir antes do creme ficar homogêneo. Como você pode ver, eu não descasco nada.





O emplastro de inhame com gengibre batido com água na parte superior da foto abaixo. Repare na mesma fotografia que mina um pouco de água e a consistência mais rala vai pedir uma trouxinha de gaze para ficar no lugar desejado sem vazamento.
Na parte inferior da foto, um creme firme engrossado com a argila branca que aparece no centro, em pó.
Eu gosto da proporção meio a meio, uma parte de emplastro já pronto para outra igual em argila em pó, que pode ser branca, verde, negra, vermelha... da cor que você quiser. Por coincidência, eu tinha da argila branca e o emplastro engrossado ficou com a mesma cor do emplastro ralo, mas o tipo de argila não faz uma diferença tão grande. Vale até obter argila a partir de um caco de tijolo ralado.




Aplicada uniformemente e com ótima consistência firme no meu rosto, que assisti à Cerimônia do Oscar 2015 com as perninhas para cima deixando a máscara agir. Como tudo que é de argila, a máscara-emplastro seca e fica parecendo uma parede de adobe em pau a pique. Se ainda encontrar alguma área úmida, espere e deixe agir, mas geralmente não leva mais de 2 horas. 
Para usos medicinais, como unhas encravadas, cistos e tumores, você pode isolar a área com gaze e deixar agir por uma noite toda. Deve também deixar o seu emplastro o mais puro possível, já que a ideia da argila é só engrossar e facilitar em termos estéticos. O tratamento medicinal pede mais do inhame com gengibre e tem que permanecer no local por 4 horas e, se for o caso, ser substituído por novo emplastro sucessivamente.
Não vale a pena tentar driblar - é a sua saúde, não uma questão de vaidade e praticidade.




Pele uniforme e sem manchas aos 39 anos. Sem histórico de botox, peelings profundos, preenchimentos ou quaisquer outras intervenções comuns em mulheres da minha idade. O único produto recomendado pela minha dermatologista do plano de saúde, mas com PhD pela Universidade de Cornell em NY, foi o protetor solar fator 50 de marca que não testa em animais.
Por via das dúvidas, eu lavo bem o rosto com sabonete neutro da Phebo Granado, aplico antes de dormir um antissinais em rolo da Nivea só para a região dos olhos e, quando removo a maquiagem, uso uma manteiga de cacau orgânica lá do sertão com algodãozinho molhado. As vezes, faço uma esfoliaçãozinha caseira de sal grosso com azeite porque tenho a pele mais para oleosa antes desse emplastro, mas quem não tiver, pode ir direto para o emplastro. Estando mais abonada, compro umas coisinhas quase iguais as que faço em casa e citei acima, só que da Lush. Pela farra, coisa de menina. Mas a dermato não receitou nada além do protetor 50 da Dermage, nem recomendou botox ou preenchimento, quanto mais uma repuxada em lifting. Se é do tipo que sente muita falta de base e pó compacto, pode comprar seu pó-base com proteção solar, é uma opção para quem mora em lugares mais secos e frios. Mas eu adoro deixar minha pele respirar livremente.





Em algum livro da Sônia ("Só para mulheres" se não estou enganada), ela ensina uma espécie de massagem-ginástica facial antirrugas para os pés de galinha. Consistia em esfregar as mãos uma contra a outra, para energizar. Depois, com o indicador, espalhar o creme na região das pálpebras de dentro para fora umas 30 vezes apertando o ponto externo, que não tinha um lugar certo, mais ou menos onde acaba o delineador (a área da repuxada do cirurgião plástico). Tinha que fazer na pálpebra superior e inferior, 30 cada em cada olho. Na primeira vez, demora, depois você passa a fazer com agilidade. Eu adotei uma época e, coincidência ou não, notei que era mais paquerada. Parece que os olhos arregalam e seu olhar chama realmente mais atenção.

Fiz propositalmente uma maquiagem muito carregada depois do emplastro para mostrar que uma pele bem tratada (de forma simples, fácil e natural como defende Cida) não demanda fortunas, tampouco exige dúzias de produtos como tônicos bifásicos, fluidos, seruns e primers. Você pode aos 40 anos sair de cara lavada, basta estar com a pele em dia.
Se acompanha esse blog, sabe que eu já trabalhei em plataformas offshore e canteiro de obras, passei férias em reservas indígenas, pratico natação, mergulho esporadicamente e não me privo de praia por causa de nada, principalmente por um padrão de beleza inatingível.
Acredito sim que um banho de mar faz milagres, na pele e cabelos principalmente. Ainda vão descobrir as propriedades do iodo na saúde humana e deve ser por isso que os japoneses consomem tantas algas marinhas.



Abaixo, fotos mais antigas, em um salão de beleza, recebendo a única maquiagem profissional que contratei até hoje, foi para um casamento muito formal e não achei válido. Foram horas de quilos de produtos em pó no meu rosto seguindo supostos traços que mudariam ângulos e afinariam determinadas áreas, 3 cores de sombra aplicada a batidinhas e um batom que não fez minha cabeça. Nunca mais voltei a fazer maquiagem profissional. Comparando essas fotos, gosto mais da minha pele limpa e nem vejo que tanta química tenha sequer reduzido as minhas olheiras, que dirá rejuvenescer.
Quando a ocasião pede, faço o emplastro antes de sair de casa e lavo com água gelada para chegar arrasando com o que considero o mais importante: uma pele viçosa e com brilho natural, sem aquela cara fake de porcelana.




Em situações especiais, faça um olho bonito (no seu gosto), escolha seu baton favorito e leve um pó compacto na bolsa só por via das dúvidas, afinal todo mundo sua. E, dependendo do caso, talvez você não precise nem de blush.

Primer aqui em casa é uma coisa produzida pela Suvinil que eu aplico nas paredes antes da pintura, para esconder os retoques da massa corrida. No meu rosto, além dessa vez esquisita, nunca mais passou primer nenhum.

Na primeira foto, pós emplastro caseiro e naquela iluminação impiedosa do banheiro, estou usando: máscara (rímel) preta, lápis delineador preto, lápis de sobrancelha preto e baton laranja, que comparado ao que uso no dia a dia é quase um delírio teatral. Só isso. Para ficar com esse carão quase carnavalesco, não tem corretivo, nem sombra ou qualquer iluminador, base líquida, pancake, blush, lápis de contorno de boca, etc. E estamos falando de uma maquiagem declaradamente pesada, mas feita em menos de 5 minutos.
Tive o cuidado (pelo prazer da provocação) de não aplicar nada que camufle, esconda, corrija, ilumine - restringi-me justamente aos olhos e boca, sem mexer na pele, mesmo que a das pálpebras.
Maquiagem carregada, mas de cara lavada, porque nada é mais bonito do que a pele naturalmente bonita. Repare na primeira foto que o cabelo ainda está molhado da chuveirada para retirar a máscara-emplastro.

Cá entre nós, eu até gosto de sombra, só não sinto que faça parte do meu mundo, parece que vai esfarelar no meio da festa... Corretivo eu só uso de vez em nunca, quando acordo com cara de segunda-feira, mas prefiro usar à noite porque acho que fica over durante o dia. Se a pele estiver boa, vai refletir mais luz e fazer as olheiras diminuírem. E eu tenho olheira, não nasci linda nem tenho mais 17 aninhos.

Os produtos daqui de casa são todos de marcas que não testam em animais e podem ser encontrados em preços acessíveis: os lápis de olhos da Quem disse Berenice, baton na cor orange de efeito mate da Contém 1gr e a máscara (rímel) preto da Elke Maravilha à venda nos supermercados pelo preço de um pacote de biscoitos (e porque todos amamos Elke escancaradamente). E se é maquiador, deve ter notado que eu não entendo nada da técnica, quebro um galho e sigo em frente, sem neura. Só tomo o cuidado de não aparecer no jornaleiro com essa sobrancelha marcada, é claro.



Como sempre: não sou da área médica e, mesmo que quisesse, não poderia nem em sonhos substituir seus profissionais. Esse blog, que é amador e nunca me rendeu um centavo, só relata minhas experiências pessoais, mais feitas de erros do que de acertos. E, na minha modesta opinião, para uma pele bonita nada substitui dormir pelo menos 7hrs e beber no mínimo 2 litros de água diariamente. Banho frio e passar longe de lácteos, açúcar e carboidratos refinados. Estando em condições normais de saúde, misshoshiro, água de coco, azeite do bom, muitas frutas e carnes só com parcimônia.
Exercícios leves para manter a circulação em dia, ou pesados se você curtir, também fazem toda diferença. Sempre o que te der prazer, para odiar uma aula de spinning, eu fico com um passeio de pedalinho na lagoa seguido de uma noite na gafieira. Mas eu não faço a menor questão de parecer que tenho 20 anos, não tive crise aos 30 e provavelmente não vou ter aos 40.


Outras opções: Ciclovivo: 5 solucões naturais para manchas e queimaduras de sol




Mais informação:
Outras curas
Sonia Hirsch
Vá pegar uma praia!
Fazendo baton em casa
Desodorantes veganos sem alumínio
"Eu queria trabalhar com sustentabilidade"
A polêmica dos cosméticos "verdes" e um par de dicas da vovó
Como funciona a indústria de cosméticos: toxidade e poluição irregulares

48 comentários:

Claudia disse...

Descobri através deste texto que algumas pessoas têm alergia à inhame. Os relatos são similares ao meu, uma coceira absurda, incontrolável... http://casoscrisesepoesia.blogspot.com.br/2006/07/o-inhame-de-urtiga.html

Será que há algo que pode ser feito para diminuir este problema? Por exemplo, cozinhar. Sabe se inhame cozido tem a mesma propriedade para a pele?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Claudia, provavelmente o inhame cozido não pinicaria, mas por outro lado, não vai surtir o efeito do inhame cru. Olha, receita caseira de beleza é como receita de comida, os alérgicos à determinado produto, não podem consumir ou vão partir para uma substituição caso possível. Nesse emplastro não é viável. Então, vc tem que partir para outras receitas. Há um link acima do site ciclo vivo com outras opções clareadoras e outras postagens aqui no blog com muitas receitas caseiras, chamam-se "pasbas vc pode fazer seu cosmético em casa" e "a polemica dos cosméticos verdes".

Mel disse...

Inhame e gengibre, duas coisas que sempre existem em minha geladeira, mas nunca pensei que os dois juntos tivessem essas propriedades! Vou testar hoje!

Adoro receitinhas assim! Sou adepta de óleos vegetais nos cabelos e corpo e dos óleos essenciais para tratar "de um tudo"! Estou com 37 anos e é muito comum sair só com o protetor solar e batom, e sempre elogiam minha pele. Também penso que beleza de verdade é resulto de hábitos saudáveis.

Sua receita vai para o caderninho. Grata por compartilhar!!!!

leni fraga disse...

Carol, parabéns pelo trabalho excelente que desempenha.Gostaria de saber onde consigo comprar o livro festa vegetariana? este q está no seu blog, porque vi outro com este nome ,mas a capa não é a mesma.Obrigada.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi pessoal, então. Agora, não estou podendo, mas em breve ando pensando em incorporar inhame com gengibre crus na minha dieta e assim que desenvolver um método, posto tudo aqui. Talvez no suco verde, ou mesmo no sumo de cenoura na centrífuga, um pedacinho pequeno de cada para depurar o sangue diariamente aos poucos.

Sobre o "Festa Vegetariana", eu não estou vendendo mais. Mas a SVB lançou uma nova edição, que eu escolhi não participar, e eles mesmos estão vendendo direto do site.

Um abraço e obrigada pelo carinho,
Carol

n. disse...

Adorei o emplastro e a explicação. Eu e minha amiga estamos usando-o agora. Só temos uma dúvida: com que frequência se pode usar o emplastro no rosto?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Há quem aplique todo dia, eu só faço uma vez por semana.

Naira disse...

Carol, o inhame que vc utiliza é aquele maior ou o pequeno cabeludinho?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Qualquer um dos dois, sendo inhame, eu vou. Esse da foto é do mais partido pq era o que tinha.

Naira disse...

Obrigada, Carol!

Anônimo disse...

ei Carol, quanta coisa boa aqui sempre... que dica linda essa da manteiga de cacau.

para quem fica com a pele pinicando (um possível sinal de alergia.), vi lá no blog da Sônia que isso pode ser resolvido, passando-se um pouco de óleo de azeite na pele, antes da aplicação do emplastro. comigo resolveu.

abraço forte

Luiza disse...

Olá Carol, ótimo post, muito obrigada por todas as informações prestadas de um modo tão claro. Fiquei com uma dúvida sobre o emplastro: será que posso usá-lo logo em seguida ao suspender um ácido (epiduo) que tenho usado tem meses por conta de acne (e que não tem adiantado nada, pelo contrário, minha pele está irritada, vermelha, horrível e com muitas espinhas internas)...? Estou tão deprimida com minha pele, essa mistura parece tão poderosa...Muito obrigada.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Luiza, não conheço esse ácido. Se foi caro, use até acabar como a médica prescreveu. Se já tiver acabado, dê um tempo antes de aplicar qualquer coisa para não aumentar a irritação. Eu ficaria umas 2 semanas fazendo apenas cataplasmas de chá gelado de camomila, que é a maior fonte de calamina, o princípio ativo do caladril. Passadas essas 2 semanas, entraria no emplastro de inhame com gengibre e observaria. Tem gente que apresenta alergia, se for o seu caso, unte o rosto antes com azeite como outras moças daqui fizeram. Qualquer coisa, escreva. Bjs e boa sorte

Anônimo disse...

Minha cara, ouvi dizer que esse emplastro pode ser utilizado para dores nos pés...É verdade?

Obrigado.

Rogério

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Rogério, não sei mesmo. Não parece o caso. Para dores geralmente são indicados escalda pés ou massagens com óleos e cremes canforados. Enfim, frio e calor, mas não substâncias depurativas.

Poliana Nunsi disse...

Oi querida, esse emplastro tira melasma? Em quanto tempo é possível ver os resultados? Grata.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Poliana, ele clareia melasma sim e todas as manchas em geral. Aplica todo dia ao longo de 1 semana e veja como sua pele reage. Não esqueça do protetor qdo sair. Observe principalmente se não é alérgica. Se pinicar e causar ardência excessiva, unte o rosto antes com azeite. Eu faria uma foto toda semana na frente do espelho para ver o andamento desse emplastro e aplicaria diariamente por 2hrs até chegar no ponto desejado. Bjs e boa sorte

Poliana Nunsi disse...

Oi querida, o inhame pode ser qualquer um? O inhame chinês funciona tanto quanto o outro?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Poliana, so vi sua mensagem agora. Eu uso o inhaminho brasileiro da foto. Abs

Elisangela Veiga dos Santos disse...

Adorei seu blog e as dicas do inhame. Fiz a maior besteira de usar alho para tirar verrugas há 5 meses atrás e ficaram quatro cicatrizes horríveis porque o alho queimou a pele e o pior as verrugas não saíram. Fui no dermatologista, passei várias pomadas e não mudou nadinha. Então veio na minha cabeça que gengibre poderia me ajudar e descobri sobre o inhame também graças ao seu blog. Vou começar esse fazer esse implasto bem confiante. Muito obrigada! Bjs!!!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, sua pele já deve estar um pouco queimada do alho e produtos. Faça o emplastro uma vez e observe. Nao fique por muito tempo. Se irritar, tente as cataplasmas de camomila e observe. Vá tentando inserir o emplastro paulatinamente e não esqueça do protetor. Abs e volte para contar

Carla disse...

Esclarecendo uma das dúvidas postadas, o emplastro de inhame com o gengibre é um excelente anti inflamatório para uso local.
O meu médico me indicou para artrose e minha pesquisa teve o objetivo de ver uma forma melhor de fazer esta pasta, pois da forma original ela ficava muito granulada.
Só o gengibre já é um poderoso anti inflamatório e agora estou conhecendo o uso associado ao inhame.
Também já vi receita chá de gengibre com camomila para combater inflamações. Não experimentei, porém.
Quem testar, deixe seu testemunho também.
Beijos e abraços :)

Eli disse...

Olá Carolina, tenho umas dicas para compartilhar sobre este cataplasma, o uso há uns 30 anos para uso medicinal e realmente fiquei admirada com este uso para o rosto e seu resultado. Bom com relação ao inhame pinicar ou não, tem a ver com a sua qualidade, isto é, ser inhame vermelho ou branco. O inhame vermelho, após descascado, tem rajas roxas, rosas, no seu exterior e o branco, é esverdeado, branco. O vermelho pinica as peles mais sensíveis, o branco não. Na extremidade do inhame mais larga, se for como esse da foto, pode-se reparar na coloração se é mais para roxa ou mais esverdeada. Outra coisa que pode dar a alergia, é bater com a casca. Quando tiver alergia, é só passar um pouco de agua com sal no local e pronto, para de coçar. Eu nunca usei com casca, sempre descasco, tenho bastante sensibilidade. Espero ter ajudado! Bjs

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Maravilha seu depoimento, Eli. Vai ajudar muita gente, obrigada.

Josue Dias disse...

Estou com furúnculo na minha costa...
Dizem que o emplastro de inhame é bom...
Mas em quanto tempo.pq nao aguento mais.estou tendo febre e muita dor no local

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

O ideal é que vc vá ao médico, até lá fique com o emplastro por 4hs e vá trocando sempre para ficar o máximo possível.

Fernandaflavianne Recchi disse...

Olaa bom dia....tenho melasma.....e uso atualmente um ácido ( vitacid plus)
Mas moro em uma região mto quente.....
Saberia me dizer qual se esse emplastro substituiria o ácido... Não gosto de ser refém de acido,mas esse melasma acaba com minha alto estima.... Ha uso filtro solar constante.
Desde já obrigadaaa,amei a matéria..

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, não sei como é o seu caso. Mas sendo melasma, vc pode ficar uns dias sem o ácido, não é nada grave. Vai fazendo a experiência, tente o emplastro. Não esqueça do protetor e principalmente, veja se não é alérgica ao inhame cru na pele.
Nada substitui um medicamento, principalmente prescrito, mas dê uma chance ao emplastro e volte para contar no que deu.
Abs

Fernandaflavianne Recchi disse...

Boa noite...
Uso diário ou 3 x por semana?
Farei o teste....
Ah essa quantidade de 10 partes p 1 parte é a quantidade p uma vez? Ou sobra e pode guardar?
Desde já obrigada

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Fernanda, faça uma vez e observe. Deu certo, parta para 3 vezes na semana. Está tudo otimo, tente diário se for o caso. Mas comece devagar e veja se não é alérgica. Eu faço em quantidade e congelo. Mas aguenta bem de um dia para o outro vedado na geladeira. Abs e bsorte

Fernandaflavianne Recchi disse...

Obrigada.... Depois volto p contar minha experiência... Abraços

Fernandaflavianne Recchi disse...

Oii boa noite..
Voltei de novo...
Hj estou no meu quarto dia de emplastro ...é impressionante como a pele fica ao lavar.,..mas só p eu saber se estou fazendo certo se retira ele só com água mesmo?
No meslasma Ainda é cedo pra dizer algo.. Mas logo saberei.porquei amei e vou continuar fazendo..
Estou fazendo a noite,pois onde moro. É mto quente, ai faço e já deito assim a pele descansa...
Um grande abraço

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Que bom! Olha, já lavei só com água e não tive nada, mas um pouco de sabonete líquido é sempre uma boa e não custa nada. Vai que te dá alguma reação...

Anônimo disse...

Bom dia Carol...gostaria de saber se posso usar o gengibre em pó

Suzy Braz disse...

A gengibre em pó faz o mesmo efeito que a gingibre ralada na hora?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Suzy, acho que não, gengibre em pó desidratado nem arde, mal chega a cheirar... Eu não uso nem na comida, acho que não tem gosto de nada. Além de poder vir adulterado com fubá e sabe-se lá mais o quê...

Anônimo disse...

Olá! Boa noite! Por gentileza gostaria de saber se posso dormir com o emplasto no rosto?Obrigada!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Sim, pode. Não é confortável mas pode. Observe apenas se não for alergico(a). Abs

Lucinea Alves disse...

Muito bommmmm!!! Coloco o inhame puro, até sem gengibre, ele puxa minha pele, deve tirar as linhas de expressões!!
Eu apenas raspo com a faca até formar uma gosma, passo com o pincel por todo rosto até secar bem. Nossa é uma maravilha!!!!

fernanda flavianne disse...

Oi Carolina, boa tarde...
Fui à manicure, ela mexeu um.tanto a mais....estou com o dedão do pé inchado, e saindo secreção.
Nesse caso como posso usar o implastro? Coloco deixo as 4 horas e coloco novamente,?ou espero um.pouco p fazer novamente?
Obrigada...

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Acho melhor vc ficar na água oxigenada 10 volumes e se não melhorar, procurar a emergência hospitalar. Eu já precisei ficar no antibiótico numa brincadeira dessas. O emplastro entraria num segundo momento se formar carne esponjosa e ajudar a puxar peles e pedaços de unhas que ficarem debaixo da cutícula.

Anônimo disse...

Pense num remédio perfeito,passei três meses com uma encravada q me doía na alma. Na primeira vez tive q me submeter a unha cirurgia, e dessa vez descobrir esse método por acaso e foi perfeito, sem cirurgia, sem corte e sem dor. Com uma semana estava totalmente sarada a unha. Amei e recomendo.

Eunice Garani disse...

oie... obrigada por compartilhar!
será que também é com para quem aquela coloração mais escura nas axilas?
obrigada por existir.
fique na paz.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Eunice, não sei, provavelmente sim. Mas a aplicação não deve ser simples. Tenta e volta pra contar. Abs

Carina Silva disse...

Estou tomando o elixir ha dez dias e ontem começou a nascer espinhas pequenas loucamente por todo o meu rosto. Eu gostaria de saber se eu deixo elas cicatrizarem naturalmente​, ou posso cuidar, como tomar anti inflamatório, loções secativas?? Obrigada

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, não conheço o elixir que está tomando. Pode ser uma depuração normal, como pode ser uma alergia. Fosse comigo, observarão, daria um tempo. O emplastro sugerido na postagem pode ser uma ótima para secar tudo.

Marcella lima ribeiro disse...

Olá Carol... Seu blog é maravilhoso, obrigada por tudo que compartilha! Você já teve problemas com ovários policísticos? Estou fazendo dieta low carb, com algum sucesso. Porém minha pele está muito manchada, será que esse emplastro serviria? Você conhece outro que eu também possa testar? Muito obrigada pelo auxílio, estou numa busca que parece não ter fim rs

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, sim, tive ovários policísticos e curei com uma dieta sem restrição de carboidrato. Basicamente grãos integrais e todos os vegetais. Segue minha experiência:
http://caroldaemon.blogspot.com.br/2010/12/outras-curas.html

O emplastro ajuda muito com manchas de pele, na postagem acima tb deixo link para outros tratamentos, dá um olhada. E sempre fale com um dermatologista.
Vc pode precisar de um peeling.

Abs