segunda-feira, 23 de março de 2015

Kombucha, missô e shoyu caseiro: as fermentações da mente criativa de Ana Sofia Castro

Ana Sofia Castro é uma das leitoras compradoras do Festa Vegetariana. Quando da venda do Festa, nos comunicamos muito e foi quando eu soube que ela produzia e vendia missô e shoyu de produção caseira, além de ser doadora da panqueca de kombucha.
Enviei para ela pó de juá e, se não me engano, um pouco de kefir. Recebi de volta, a panqueca de kombuchá e missô caseiro.

Não segui com o kombucha por falta de hábito, deveria ter insistido. Mas fiquei fã do missô dela, que ilustra o início dessa postagem. Missô é uma pasta de soja fermentada com múltiplos usos, o mais comum é a missoshiro, sopa da pasta dissolvida em água quente. É um alimento medicinal, de fermentação natural, considerado probiótico e que reconstitui o sistema imunológico e ajuda a eliminar o muco. Os japoneses usam missô para temperar tudo, fazem dele até molho de salada diluído em água e óleo de gergelim, mas o uso mais comum é mesmo o caldinho de missô, a missoshiro, que deve ser bebida antes de cada refeição e até em jejum.
Eu gosto de tomar pela manhã, acho uma boa maneira de limpar o organismo.





Intrigada sobre soja transgênica e como seria esse processo de fermentação, perguntei tudo à Ana Sofia, que me enviou a resposta abaixo:

"A soja que eu compro e o arroz, é orgânico sim  (pelo menos os das ultimas três levas), só que tenho tido problemas em conseguir esse material, pois minha fonte foi embora e como faço poucas quantidades...bom já viu né...aqui no Brasil pequeno produtor não tem vez.
O material para o missô é: arroz, soja, a cultura aspergilos (que comprei de Portugal) e o sal (que eu uso somente o marinho). O processo é lento, pois precisa cozinhar o arroz no vapor e só depois inocular a cultura para sua perfeita fermentação mantendo a temperatura em no máximo 40ºc, mais do que isso a cultura morre e a menos de 36ºc a cultura não se desenvolve no arroz, demora mais ou menos de 3 a 4 dias dependendo da temperatura ambiente, isso sem falar na completa higiene de material e de quem manuseia a cultura, pois qualquer fungo estranho contamina, somente depois de todo o arroz impregnado pelo aspergilos é que posso juntar a soja e o sal, então moemos todos juntos colocamos em sacos próprios sem ar e deixamos fermentar lentamente, um processo que pode durar no mínimo 4 meses. O missô de 4 meses é o missô claro e jovem - eu particularmente não o aprecio, gosto do missô envelhecido, ou seja, o que já tem mais de 1 ano, esse tem características bem marcantes além de sua cor bem mais escura, como o que eu enviei a você."


Ana Sofia também é ceramista e professora de cerâmica, as fotos abaixo são de obras suas e de suas alunas:








Para quem não sabe o que é kombucha, imagem do RawForBeauty.com e 2 links estrangeiros:
18 healthy reasons to sip kombucha
How to make kombucha tea at home



Para contactar Ana Sofia, que agora também é chef vegana ecológica:  www.comidaecologica.com.br http://sofiafilosofica.blogspot.com.br  (ou sofiafilosofica@hotmail.com ou para chefanacastro@gmail.com)




Mais informação:
Kefir e Iogurte
Gripes e resfriados
Refrigerante caseiro
Soja é desnecessário
Livro Festa Vegetariana
Cães também bebem kefir!
UDON: o melhor café da manhã
Slow Tea: chás e especiarias orgânicos 
O emplastro de inhame com gengibre (e argila)

Nenhum comentário: