quarta-feira, 8 de julho de 2015

A dieta contra cândida que eu segui e valeu a pena

Há alguns meses, expus meu problema de saúde, o que me obrigou a seguir uma dieta muito restritiva. Voltei a comer normalmente, mas ainda não fiz todos os exames para saber se estou 100%.
Eu ia esperar todos os exames e até se vai haver necessidade de um segundo turno na dieta, mas por hora, estou sem sintomas e me alimentando normalmente e, se for o caso, retomo o assunto futuramente.

Até agora, essa dieta foi o único tratamento que minimizou meus sintomas. Nenhum tratamento alopático surtiu qualquer efeito em muitos anos. Eu sou mestra em Reiki e faço acompanhamento semanal com acupuntura, o que sequer regrediu meus sintomas.
Alguns rumores surgiram em função da existência de uma blogueira australiana que supostamente forjou um tumor no cérebro e até uma generosa doação em dinheiro, o que viria a configurar fraude. Eu não acompanhei o caso, mas divulguei aqui a história de outra blogueira igualmente australiana, Jessica Ainscough, que faleceu de um câncer extremamente agressivo após anos em tratamento pela dieta vegana e essencialmente crua do Gerson Institute. Ambos os links, a história de Jess e do Dr. Gerson vêm no final da postagem em "mais informação".

Aproveito então para esclarecer alguns pontos, já que sempre fiz questão de abordar quaisquer assuntos da maneira mais aberta possível. Eu nunca cheguei a seguir o protocolo do INCA, que legalmente deve ser aplicado à pacientes de câncer. O ginecologista que mencionou na maior naturalidade a possibilidade de câncer de colo de útero em estágio inicial, além de irresponsável por sugerir mais uma pomada e, fosse o caso, uma histerectomia (que me tornaria estéril aos 38 anos e pior, não curada do problema real), ainda foi leviano por não me explicar corretamente que o câncer obrigatoriamente exige um protocolo e informar o estado do paciente ao INCA e Ministério da Saúde.
Eu estaria até hoje me alimentando de forma equivocada e apelando à pomadas sem qualquer luz no fim do túnel, não fossem os livros de Sonia Hirsch sobre a problemática da candidíase. A ginecologista, obstetra e homeopata sugerida por ela, foi a primeira profissional em muitos anos que não me sugeriu nenhum remédio, mas receitou apenas uma dieta ainda mais restritiva do que a tradicional para candidíase dos livros de Sonia.

Na própria postagem original, "É câncer, mas não é nada", eu menciono que, segundo Dra. Stella Marina, o único problema que eu tinha era um sistema imunológico, além de mal construído como o da maioria da minha geração alimentada à açúcar, agrotóxico e conservante, invadido por fungos os mais diversos. Só existe uma única maneira de extinguir fungos: de fome, e foi isso que eu fiz.

Na verdade, tornar esse problema e até a única cura, públicos, me fizeram bem menos popular, já que muitos leitores desse blog são vegetarianos convictos, como eu também fui um dia e, com a dieta anti-câncer e cândida essencialmente carnívora, essas pessoas chegaram a descurtir o blog imediatamente em protesto...
Existem tratamentos anti-câncer essencialmente veganos e os mesmos são citados na postagem sobre Jess, não era o meu caso dessa vez, que, há 10 anos, curei um ovário policístico justamente com uma dieta vegana, orgânica, integral e sugar free e conto a experiência na postagem "Outras curas".
Eu continuo acreditando que uma pessoa pode ser vegetariana a vida toda, continuo preferindo um bom prato de feijão, arroz e farofa com muitos vegetais e raízes à qualquer carne, mas era a minha saúde e, sendo assim, eu nem titubeei.

É a minha intimidade, eu jamais faria uma polêmica acerca de um assunto tão sério e que me expõe dessa forma, a postagem original "É câncer, mas não é nada" só tem uma única intenção: ajudar outras mulheres na mesma situação. Como já foi dito milhares de vezes por aqui, esse blog nunca me rendeu um único centavo e encontram-se mais fotos dos meus cães do que minhas.

É bom lembrar também que própria medicina convencional ainda não chegou a um consenso sobre o assunto. E que sim, quadros como o meu, infelizmente comuns em tantas mulheres, evoluem muito naturalmente para um câncer se não tratados corretamente. Perder sangue por ingerir cajus e laranjada no verão é preocupante em quaisquer circunstâncias.

Regina Casé cita em seu programa "Um pé de que?" a aroeira, que nos dá a pimenta rosa, como o remédio popular da mulher. Em todo interior, as mulheres usam seu chá para banhos de acento para curar moléstias femininas, que por repetição ao longo dos anos, acabam causando os quadros de câncer na região. Mas elas não levam a nossa vida e, criadas a leite de cabra, andam vestidas em algodão, caminham muito, só comem comida fresca e nem sabem o que é viver exposta ao stress, engarrafamento e ar refrigerado. E eu também comento melhor sobre essas questões imunológicas e os problemas da vida moderna na postagem original sobre câncer já citada e linkada acima e sobre o que é e como se formam células cancerosas na postagem sobre o caso de Jess, também já mencionada. Em todo caso, estão também no final da postagem em "mais informação".


A dieta que eu segui vem abaixo, procurei seguir a linha mais simples possível, não tomei suplementos, chás ou mesmo quaisquer terapias complementares. Algumas mulheres fazem banhos de assentos, compressas, mudam a rotina, adotam fitoterápicos e com isso, são bem sucedidas. Eu segui minha vida normalmente, apenas excluí alguns alimentos e até agora, não senti a volta dos sintomas.
Foi o que funcionou para mim e, apenas por isso, compartilho. Mas não faça nada sem saber se é o indicado para o seu caso, não existe nada que substitua a consulta com a médica. Se chegou agora, a postagem "É câncer, mas não é nada" conta o início dessa história e ajuda a entender a diferença entre as fases da dieta.


O que eu bebi: basicamente água.
A dieta draconiana (recomendada para o meu caso) não libera nenhuma fruta, já a versão suave da cândida libera frutas vermelhas, goiabas e melancias. Eu tentei introduzir na alimentação e senti os sintomas voltarem, cortei e a dieta foi mais eficaz. Então, fiz muitas águas aromatizadas com ervas, especiarias e limão.





Água aromatizada em gengibre, limão, pepino e hortelã na primeira garrafa. Na segunda, abobrinha, um dos três legumes liberados (abobrinha, pepino e chuchu). Para mais receitas, vá na postagem águas aromatizadas aqui no blog.


















Águas aromatizadas em limão e gengibre e o segredo da dieta: geladeira vazia, comida pronta cria fungo mesmo no frio e incentiva nossa gula. Meus antigos suplementos, dos tempos do concurso para os bombeiros, continuam esperando sua vez.




























No congelador, só maquiagem, comida de cachorro, manteiga (na segunda fase) e um resto de frango.












Missohiro de fermentação caseira e soja orgânica, sem aditivos como glutamato e afins. Para a fase mais suave da dieta, que libera feijões em geral. Em dieta ou não, soja, só fermentada. Leia melhor as questões acerca da soja na postagem "Kombucha, missô e shoyu caseiro" e tudo sobre transgenia e toxidade em "Soja é desnecessário".



Chás, podem ser uma boa ou não. Alguns chás melhoram os sintomas, outros pioram.
chá mate (gelado) da foto abaixo piorou os meus, o de hibisco não alterou em nada. O limão, que pinga-se nos chás, piora os sintomas de muita gente, por outro lado, há muitos relatos de melhora com chás de camomila, cidreira e hortelã, é o caso de tentar.







Sopa fria de pepino com hortelã em iogurte natural de fermentação caseira em leite orgânico, também pode ser em kefir de leite e eu ensino a fazer ambos, o iogurte e o kefir nas postagens "2 anos sem forno e fogão" e "Kefir e Iogurte". Para a segunda fase da dieta, mais suave, que libera o iogurte natural desde que caseiro. Na fase draconiana, não pode.



























Sopa quente de legumes com frango, eu adaptei essa receita de uma sopa da Nigella em abobrinha e caldo de frango. Achei pesada quando vi no programa dela e fiz minha versão adicionando chuchu para dar volume e substituindo o caldo pela carne do frango desfiada. Gostei mais, é mais leve. Muito simples de ser feita, são 2 partes de chuchu, 2 de abobrinha e 1 de frango. Cubra com água e deixe apurar até todos os legumes estarem desmanchando. Bata no liquidificador se quiser. Eu adiciono salsa e sal, mas não coloco mais nada, nem alho ou azeite. Fica deliciosa e pode ser consumida em todas as fases da dieta.












Sopa creme de aspargos feita em leite de coco acompanhando omelete de cebola e alho poró (todas as fases).  sopa creme de aspargos sem leite faz-se fervendo rapidamente um maço de aspargos frescos (corte a base branca) e batendo tudo no liquidificador com um litro de leite de coco caseiro ou iogurte. Volte a ferver para engrossar. Não precisa refogar em alho, basta salgar e juntar salsa picadinha se quiser.







O que eu comi:

Salada verde variada, liberada em todas as fases. Molhos bons: azeite de alho, limão e gengibre ou pestos simples sem queijo e castanhas (fase draconiana) e shoyu de fermentação natural com cebola picadinha de véspera (fase suave).




Folhas refogadas em um fio de azeite, liberada em todas as fases.
Eu tenho mania de refogar folhas para que elas durem mais na geladeira, abaixo trago cebolinha, espinafre e agrião, mas aqui no blog você encontra mais opções incomuns na postagem "A Feira de orgânicos do Flamengo".




























Acompanham na fase suave, purê de inhame com beterraba ou aipim cozido

























Ovo cozido com cebolinha, sal e um fio de azeite, liberado em todas as fases.





Espinafre e almeirão sautée (todas as fases)





Kibe de forno (fase suave)






















Torta fit de farinha de grão de bico com abóbora, frango (bacalhau) e ovos (fase suave). A receita original é em batata doce, substitua por abóbora.







Frango assado com salada, liberado em todas as fases.





Abóbora em todas as formas, apenas na fase suave. Com alecrim e azeite.




Legumes passados no ovo em empanado sem farinha no azeite, liberados em todas as fases. Na foto com abobrinha, cebola e brócolis. Couve flor também pode ser usada, já o chuchu e o pepino não.










Chuchu sautée na manteiga com cheiro verde, apenas na fase suave. Tentei fazer com azeite na fase draconiana e não deu certo.



























Chuchu sautée na mateiga com cheiro verde acompanhando cebola e brócolis passados no ovo, pela manteiga do chuchu liberado apenas na fase suave.










Falafel com cebola, apenas na fase suave.



















Purês variados de inhame com manteiga, liberados apenas na fase suave.
Receita básica: inhame cozido batido com manteiga e pouca água do cozimento. Sal, pimenta, salsinha e noz moscada. Quem não consome manteiga, pode usar manteiga-óleo de coco ou azeite, já manteigas de castanhas e tahine não são liberados em nenhuma fase.





Purê de inhame com cenoura:

























Purê de inhame com abobrinha:



Para fazer creme de espinafre, a mesma receita do purê com um punhado de espinafre cru ou cozido adicionado no liquidificador:




Shakhuska sem tomate ou queijo, versão simples com carne moída onde a berinjela é substituída pela abobrinha, liberado em todas as fases.










Posta de dourado grelhado no limão e pimenta. Na fase suave, acompanha aipim na manteiga.













Sardinha na chapa como nos botecos. Essa gordura toda é do próprio peixe. Não junte óleo, deixe um pouco de água embaixo que o pescado já solta muita gordura naturalmente. 



















Bife simples, para os dias de pressa. Liberado em todas as fases.




















Carne moída e bife acebolado, liberados em todas as fases.

































E, na sanduicheira, hambúrguer de carne moída com pedaços de fígado de boi, muito alho e um toque de canela como nos food trucks.



















Coração de frango e fígado de galinha com muito limão, liberados em todas as fases.









Comendo na rua:
Em qualquer lugar, picanha ou galeto ou peixe grelhado com salada verde.

Descobri uma ótima sopa de acelga com frango, coentro e limão. Receita tailandesa em restaurante chinês a quilo. Fácil de fazer, barata e substanciosa.




Quentinha de bandejão, com tudo liberado na fase suave. Eu comi anos a fio em bandejão, gosto muito e conto a experiência na postagem "Encarando o bandejão". Essa levou salada de alface com acelga, beterraba, grão de bico, um pedaço pequeno de inhame, outro de brócolis e uma boa porção de iscas de fígado acebolado.




Comida a quilo, prato com couve à mineira da fase draconiana, a mais restritiva.





Porque nada é perfeito:
Nenhuma versão libera, mas de vez em quando eu tomava um cafezinho orgânico não adoçado, me dava um up e fez toda diferença.





A versão suave da dieta da cândida libera feijões. Não quis fazer feijão em casa sem poder comer arroz, farofa e afins. Então, pedia sopas de feijão como a de feijão branco com camarão e de grão de bico com bacalhau do pessoal da Ki-Sopa, estabelecimento simpático aqui na Tijuca. A vaca atolada e bobó de camarão deles, receitas liberadas na fase suave, também são ótimos e sem tomate no refogado. Esse blog ama caldo, a postagem com todas as receitas "Caldos: a tradição alimentar para muita gente e pouco recurso"















A saga do azeite de alho:
Essa dieta é outra com um bom azeite de alho, é fácil de fazer mas tem segredo. Não deixe fora da geladeira, alho fermenta e o vidro estoura. Encheu o vidro de azeite com alho picado-moído, vede e guarde na geladeira. Além de evitar a explosão que emporcalha a cozinha inteirinha de algo impraticável como azeite oleoso, seu alho não vai ficar rançoso. As fotos abaixo, na minha antiga cozinha do sobrado, não me deixam mentir. Para mais receitas de azeites aromatizados, com urucum, tomilho, fungui, pimentas, azeitonas e até em versões doces, a postagem Azeites aromáticos orgânicos e "manteigas" de legumes caseiras traz as receitas.





























Fiz e esqueci de fotografar: 
Leite de coco caseiro, muito gostoso bem gelado (fase suave da dieta)

Sopa creme de aspargos frescos, em leite de coco caseiro, muito simples e saborosa.



Não fiz por puro esquecimento, mas cabem na dieta:
Yakissoba de macarrão de trigo sarraceno, cevichestabule com triguilho, macarronadas em massa de grão de bico, risoto de quinoa, farofalho de aveia, cuscuz de semolinaescondidinhos de cenoura-aipim-abóbora-inhame (preferi comer a carne separada dos purês como mostram as fotos cima), pão caseiro de fermentação natural, sopa de cenoura-aipim-inhame-abóbora tortilhas de abóbora-inhame, nada com canela da China,  demais bebidas indicadas, como o kvass de beterraba e o rejuvelac de trigo em grão.

Uma sopa viável e muito gostosa é a canja substituindo o arroz por quinoa.

Uma sobremesa possível é o manjar de coco em leite de coco caseiro com gelatina de agar agar.

Duas comidas deliciosas, que tenho feito recentemente são o Cilbir e o Borani Esfanaaj, ambos em base de iogurte, que cabe na dieta suave. Nas fotos abaixo, ambos com pão para quem não está de dieta.



























Outra que também faço sempre é a deliciosa pastinha de cenoura pura (com alho, azeite e os temperos que quiser), a receita dela está na postagem das maioneses caseiras em ovos-inhame-cenoura





O que ajudou muito: dormir bem, beber muita água e ficar em contato com a natureza.





Mais informação:
Outras curas
Sonia Hirsch
Gripes e Resfriados

É câncer, mas não é nada
Mamãe não passou açúcar em mim
Deixem Jess Ainscough descansar em paz
"Qualquer pessoa pode viver toda vida sendo vegetariana"

87 comentários:

Érica disse...

Eu amo o blog, já passo por aqui a algum tempo, acredito que cinco anos. Com você aprendi a ler os livros da Sonia, aprendendo sempre. Estou iniciando a dieta contra a cândida, é um suplício de anos que suporto por puro desconhecimento (antes do blog e dos livros da Sonia) e atualmente por falta de disciplina e força de vontade. Por isso a importância do blog, você não imagina a ajuda que tem me dado nessa caminhada e tenho certeza que outras pessoas tem se beneficiado com o que você divulga aqui. E o principal: mostra que é possível sim a mudança de atitude e que devemos sempre romper com o conformismo. Parabéns e com a sua história percebo que também posso recuperar a minha saúde. Gratidão sempre.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Érica, que bom que te ajudou. Siga firme, leia o livro da Sônia e volte para contar como foi quando ficar boa.
Um beijo,
Carol

Érica disse...

Olá Carol, vim aqui contar um pouco da pequena revolução na minha vida. Estou relendo os livros da Sonia e sempre que posso retorno ao seu blog para ter inspirações. Meu problema sempre foi o vício na farinha de trigo, amo tudo que é assado, bolos, tortas e foi a primeira coisa que eliminei. Parei de comer essas coisas no dia 20/07 e confesso, no primeiro e segundo dia parecia que iria matar alguém, como somos viciados em comida. A Cândida é uma peste, a vontade aumenta muito, mas decisão é decisão. Desde criança não gosto de qualquer carne, tentei então o uso do ovo orgânico e passei mal, então decidi seguir com a dieta suave do livro da Sonia e ficou um tiquinho mais fácil. Eliminei açúcar, gorduras, já não faço uso de produtos industrializados, mas já percebi melhoras com essas pequenas mudanças. Tinha uma acne recorrente, em alguns pontos do rosto e já estão suaves, quase sumindo. O ânimo voltou, estou mais empolgada com a vida. Bem, sei que é um caminho longo, mas gratidão por me ajudar nessa caminhada. Beijo e uma semana abençoada.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Foque nos feijões e nas raízes, como inhame, abóbora e aipim, sempre com manteiga. Vão te dar a saciedade que a ausência da carne está causando.

Nayara Cf disse...

Olá, acabei de descobrir o blog, muito interessante. Tb comprei o livro da Sonia faz um tempinho. So tenho a dificuldade de fazer todas as receitas pq trabalho o dia todo e estudo a noite, o tempo e corrido mas estou caminhando. Eu havia começado a dieta radical meses atrás mas emagreci mto, fiquei fraca também pq nao podia comer quase nada e trabalhando e estudando gasta mta energia. Agora estou mais na dieta suave...esta dando mais certo eu acho... Tem problema nao ser muito radical e usar tambem beterraba, inhame, lentilha ou feijão as vzs umas colheres de arroz integral?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Beterraba, inhame, lentilha e feijão são liberados pelo livro, arroz não. Eu não comeria, vc pode usar quinua se sentir falta de grãos.

Nayara Cf disse...

Obrigada, vou testar a quinoa. Vc ficou quanto tempo na fase radical?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Nayara, eu não fiz a fase radical, fiz duas fases: draconiana e suave. Fiz por períodos que foram específicos para mim. Para vc, pode haver outra necessidade. Prefiro não recomendar nada aqui. Bjs

Nayara Cf disse...

Entendi. Perguntei so pra saber mais do assunto por conhecer poucas pessoas com o problema, nao conheço a dieta draconiana, pensei que era a mesma coisa da radical. Mas estou com acompanhamento de nutricionista direitinho e gostei de algumas receitas aqui pra variar o cardápio ") eu gosto também de ver o tempo que levou para as pessoas com mesmo problema melhorar com a mudança de alimentação porque ai dá uma força! Bjos

Caio disse...

Oi Carol,

Tudo bem? Eu achei essa sua postagem (e a outra sobre o problema em si) e eu tenho me sentido cronicamente mal sem que nenhum médico encontre algum motivo ou solução (na verdade, os médicos mal parecem nos ouvir, não é? Quanto mais examinar algo). Li sobre a médica com quem você se consultou e fiquei pensando se apesar de ela ser ginecologista obstetra, se ela atenderia homens. Nunca vi outro médico que tenha essa abordagem. Se puder me responder, agradeço. Até!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Caio, por essa eu não esperava, um rapaz! Vamos lá, sim, vc pode ligar, é claro. Mas eu te aconselho a ler o livro da Sônia antes. Ela tem um blog só para candidíase. Já viu? Nesse blog, a Sônia tira dúvidas online e as dietas convencionais estão todas listadas e detalhadas.
A consulta com Dra Stella é cara e pode nem ser o seu caso. Mas a verdade é que homens tb podem ter candidíase como qualquer mulher e a dieta é a mesma.
Volte para me contar no que deu.
Abs e tudo de bom

jennifer disse...

oi carol, me chamo jennifer tenho candidiase a alguns meses...(è insuportavel)
minha duvida é com relaçao ao café da manha ja que nao pode nem pao integral,e frutas né?
oque voce come no café da manha?? me dá um help?! pois preciso começar a fazer essa dieta urgente!!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Jennifer, na fase draconiana: ovos, chá, pepino cru e até abobrinha refogada com peixe escaldado na cebola... Na fase suave: iogurte caseiro, missoshiro, sopa fria de pepino com iogurte, iogurte caseiro com frutas vermelhas para quem as tolera, melancia para quem tolera, uma saladinha de goiaba com franguinho desfiado para quem tolera essas frutas, sumo de cenoura com gengibre na centrifuga, "doce" de abóbora com coco sem adoçar com nada, leite de coco caseiro, omelete...

Anônimo disse...

Oi Carol!!
Desde q conversamos comecei c a draconiana. Senti diferença no final da 1a semana ( Dez/ 2015) segui 2 semanas fazendo a sua dieta. Depois, em Janeiro/2016, segui a da Candidíase por 2 semanas mais ou menos e entrei, em meados de Janeiro, na do dr. Barcellos que sigo até hoje. Com relação a Candida senti logo uma diferença no final da 1a. Semana! Em relação à candidíase a sua dieta foi mesmo maravilhosa. Hoje em dia não sinto nada. Até o humor mudou. Vou seguindo com meu tratamento homeopático, alimentação rica em vegetais cozidos e muita, muita água. �� Devo seguir assim até Junho/Julho. Depois volto a alimentação "normal" mas sem muitos carboidratos. Acho que os verdes ajudaram muito. E a alimentação ajudou em 80% dos resultados. Obrigada ❤!! �� Bjs Joyce.

carolinecarrazedo 06 disse...

Olá Carol, meu nome também é Carol, moro em Apucarana -PR, e realmente sofro há muitos anos com candidíase, eu fui operada duas vezes por conta de uma endometriose, sempre tive candidíase porém após a segunda cirurgia entrei numa profunda crise, o meu médico chegou a limpar meu útero pois eu já não conseguia colocar roupas que não fossem vestidos e saias, pois bem, tomei uma injeção para aumentar minha imunidade que não adiantou nada, depois disso, tomei uma vacina contra candidíase, melhorou bem, mas ela voltou, não consigo me exercitar pois minha barriga dói, nao consigo ter relação pq dói, para ir ao banheiro dói, vivo num martírio e preciso de ajuda, por favor entre em contato comigo. Preciso de acompanhamento médico, adorei as suas dicas de alimentação, mas preciso saber mais. Por favor me ajude, meu contato é krolfcs06@hotmail.com

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Olá, sinto muito por tudo que tem passado! Muito chato...
Vc chegou a ler o livro? Já! Entrou no blog da Sonia? Prefiro responder por aqui para que não pareça que estou dando consultas por email, sem nenhuma formação. Te deixo uma sugestão, leia o livro da Sonia e tente a versao suave da dieta por algumas semanas. Deu certo e nao estando magra demais, faça a radical. E consulte sempre os medicos que Sonia indica.
Um beijo e boa sorte

Ircia santos bezerra disse...

Olá Carol!! Estou pensando em fazer essa dieta e, por isso, gostaria de saber se você não usava nenhum molho nas folhas. Além disso, queria saber se pode tomar iogurte e kefir na fase radical (feito com leite de caixa :( ). Acabei de conhecer, mas gostei bastante do seu blog!

Ps.: Esse é o ano que me formo (em setembro) e não gostaria de deixar de beber na formatura, desisto desde já dessa dieta? :(

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Ircia, eu não sei como é o seu caso. Já leu o livro da Sonia?
Eu fiz alguns molhos para salada, como o pesto sem castanhas por exemplo. Na fase suave, usei shoyu. Azeite e limão pode usar sempre tb. Há uma receita linkada de maionese de cenoura ou inhame que muita gente adora, eu é que esqueci de fazer.
Sobre o kefir, não sei. Tem gente que observa melhora e gente que observa piora. Eu fiz o iogurte caseiro de fermentação natural na fase suave e gostei. É o caso de tentar e observar.
Começa a dieta logo, de repente em setembro vc já está bem. Ou pelo menos bem o bastante para umas escapulidas ;-)

Parabéns pela formatura!

Kira disse...

Olá Carol! Adorei suas dicas e pretendo começar logo cedo com essa dieta, pois não suporto mais esse incômodo na minha vida. Consigo ver esperança a partir dos depoimentos e não aguento mais passar por sequências de tratamentos com remédios que não fazem efeito e médicos que não possuem a solução pra isso. Hoje testei utilizar limão nas partes íntimas como uma saída e já noto uma diferença grande, porém no intestino nada muda. Voltarei para informar o meu progresso e tenho essa como a última luz que vejo para me tratar.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Kira, cuidado com limão. Até na dieta, a acidez piora os sintomas em muita gente. Tenta trocar por água oxigenada líquida. Bjs e volte para contar

Grazziella Ferreira disse...

Bom dia. Poderia dar uma dica de suplemento natural para concurseiros. Você comentou sobre os seus suplementos dos tempos do concurso para os bombeiros e eu fiquei curiosa. Obrigada. Parabéns pelo site.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Graziela, a melhor pessoa para te ajudar com suplementos é um endocrinologista. Eu não posso recomendar nada, é crime. Não use nada sem indicação médica.

Galeno disse...

Olha Ircia,na dieta radical faço iorgute caseiro com leite uht desnatado e fermento bio rich,na salada uso azeite de oliva.

Jéssica disse...

Oi, Carol.
Ainda não me consultei, não tenho uma candidíase frequente e nem "forte, digamos assim. A última vez que me ocorreu foi no início do ano, por conta da dengue que peguei e a imunidade baixou. Há cerca de uma semana a candidíase retornou, mas de uma forma que nunca passei antes... há irritação tanto dentro, quanto nos lábios, como os corrimentos também. Enfim, gostaria de saber se seguir essa dieta seria recomendável, já que não tenho o problema recorrente... e se devo também usar remédios. Peço a ajuda pois sei que você tem conhecimento maior sobre a doença, se puder, me responda! Muito obrigada!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Jéssica, é melhor vc se consultar com Dra. Stela ou qualquer outro profissional sugerido pela Sonia no blog dela. O próprio corrimento pode ser outra coisa. Vá num ginecologista e faça pelo menos um preventivo. Veja o que indica. Bjs

lu disse...

Uma dúvida se os antibióticos e pomadas pioram a candida pq os médicos passa.
Aí as vezes os médicos nem parecem que estão ali pra ajudar nem deixam a gente termina o assunto é mulher tem corrimento tome minha filha use essa pomada que chato!!! Uma vez falei assim pro médico doutor eu já sei que essa cândida e decorrente de mal alimentação fungos ele disse que não que isso é coisa que o povo inventa .. os médicos devem ganhar uma bela comissão da indústria farmacêutica. .. olá já tenho cândida a mas de 10 anos ela vem e volta já cheguei a passar 2 anos sem
Mas já notei que guando como muito doce ela vem com tudo sou viciada em pão depôs de ler muito sobre candida nesses anos todos eu mesma dei meu diagnóstico ligando uma coisa na outra já que todos os médicos insistem em passar aquelas pomadas hororosas vou começar a corta o trigo e o chocolate ..mesmo sabendo disso nunca cortei mas acho que chegou a hora da mudança


Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Lu, cortar doces e trigo vai te dar uma ajuda. Mas sabe o que piora muito os meus sintomas? Frutas! Principalmente as ácidas, como limão...
Vc já leu o livro da Sônia? Tenta fazer pelo menos a fase suave e dá uma olhada nos sintomas.
Sobre essa questão do comportamento médico, eu não sei se é o caso de comissão, mas uma má educação acadêmica acompanhada de muita arrogância prejudicam o que poderia ser a combinação de muitos tratamentos e com isso, a cura.
Um beijo e volte para contar da melhora dos sintomas :-)

Valquíria disse...

Meninas, a dieta até que está me ajudando bastante mas é só comer alguma coisa que ela volta com tudo! :( Já emagreci 6 quilos mas só comer uma coisinha diferente que minha vida se torna triste demais.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Mas não pode sair da dieta até os sintomas sumirem, leva alguns meses... Se ficar dando escapulida, eles voltam... É pra matar os fungos de fome, povo!

Valquíria disse...

Que triste :( vou voltar então! Apareço para contar novamente.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Fofas do meu coração, vou deixar essa mensagem na esperança de que sirva para mais gente.
As dietas anti-cândida (ou câncer) não podem ter escapulida. A gente começa com uma visão de dieta dos pontos "jantei salada, posso comer pãozinho de queijo no café da manhã". Funciona para emagrecer, mas não para matar um fungo.
O fungo só morre se não for alimentado, por MUITO tempo. Se vc fica firme na dieta, ele emagrece, emagrece e vai sumindo. Mas se vc cair de boca depois de 1 semana, ele volta bem alimentado.
Na postagem sobre câncer, há um comentário meu que a Dra Stela esclarece que a versão mais radical, a draconiana, não deve nem ser feita por menos de 3 semanas, pq a pessoa sofre e não se cura.
Por outro lado, não pode ser feita por mais de 2 meses, para não matar o paciente de fome.
A Sonia recomenda a versão suave, ainda mais light que a radical (que é mais light do que a que fiz, draconiana), por 2 anos!
Claro que depois de alguns meses, as pessoas dão suas escapulidas, mas é um processo longo justamente pq não tem medicação que resolva de vez.
Dra Stela em sua consulta comigo ainda me lembrou que provavelmente, mesmo seguindo tudo direitinho, eu teria que refazer a draconiana ao longo da minha vida por algumas semanas quando sentisse a volta dos sintomas.
Porque eles voltam mesmo!
O fungo vive até na nossa pele, se a imunidade cair e o meio estiver açucarado, ele toma conta tudo de novo.
Força, foco e fé. Coragem, mulherada e consultem sempre um gineco de confiança.

Thaís Suzuki disse...

Olá, encontrei seu blog buscando receitas para a dieta. Vou ao RJ no final de semana do dia 20 de agosto e queria muito encontrá-la para trocar experiências!


Tenho Disbiose, Síndrome do Intestino Irritavel e Cândida Albicans no intestino.
Tenho intolerância à lactose há muito tempo, mas descoberta somente em 2015.
Sei que faz tempo devido aos sintomas que sempre estiveram presentes, mas que nunca foram solicitados exames para investigação.
Cabelos caindo e unhas quebrando, depressão e mudanças de humor, barriga inchada e muitos gases, dor abdominal ao pressionar a região intestinal, corrimento leitoso - cândida - sem coceira ou irritação, dor de cabeça, cólicas abdominais, falhas de memória (não guardo informações importantes do trabalho), sinusite, cansaço e dores musculares e nas juntas, vontade de doces, carbos e álcool, diarréia com ou sem leite mesmo com enzima.
Tomei Vital Imobiotic, Nutri A-Z d Equaliv, melhorei a dieta, mas os sintomas persistiam. Tenho todos os exames de sangue e ginecológicos que comprovam ausência de qualquer doença. Também tomei Lact-Aid e L-lysine.
Agora estou fazendo um tratamento somente com alimentação e probióticos manipulados.
A restrição alimentar nesta primeira fase é enorme. Já estou há um mês. Cozinhar a cada três dias essa comida sem graça fica difícil! Mas é preciso para evitar proliferação de fungos.
Passo por uma nutri mentalmente.
Tenho intolerância à lactose e nunca cuidei porque não sabia, mas somente sentia dores abdominais após o consumo e barriga super inchada (parecia grávida em alguns dias hahaha). Exames sempre negativos, passei a conviver com isso normalmente, já que nunca tive problemas para ir ao banheiro, todos os dias, um relógio rsrsrsrss.
Por consumir sempre sem restrição, aos poucos, destruí toda a minha flora bacteriana intestinal boa, deixando somente as ruins. A Cândida Albicans é uma bactéria intestinal que todos possuem, porém, ela vive em equilíbrio com as bactérias boas, não causando danos.
Ano passado, a coisa piorou, consumia leite e tinha dores e diarréia. Legal, descobri a lactose.
Tirados os laticínios, neste ano, quando comia qualquer coisa – saudável ou não – passei a ter dores de cabeça, cãimbras intestinais, diarréia e tontura, problemas de memória, queda de cabelos... a gota d’água foi uma sopa de cenoura com gengibre feita em casa que me deixou de cama.
Fui a vários médicos e com exames todos negativos, somente a nutricionista descobriu através de anamnese.
Agora, preciso aumentar as bactérias boas com alimentos certos, consumir somente o que não estressa o intestino – nem medicamentos posso tomar, retirar todo o doce e carbo por eles alimentarem a Cândida.
Deixo links para entenderem melhor o que acontece com a doença. E essa fase inicial é bem restritiva mesmo...
Disbiose: https://youtu.be/K2IfRaYEOYQ

Cândida: https://youtu.be/EN_IQLbaJtc

Síndrome do Intestino Irritável:https://youtu.be/EF0v25aXxkA ouhttps://youtu.be/wgocCcvaG5g

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Thaís, você não é a primeira leitora a aparecer aqui com Síndrome do Intestino Irritável. Eu penso que pode ter relação com a cândida, já que o fungo vive nas paredes do intestino e os quadros de candidíase pioram muito com o uso de laxativos. A própria dieta é não fermentativa justamente para não fomentar a cândida. Sabe o que pode ser muito legal para vc depois dessa fase inicial, entrar nos probióticos naturais, como rejuvelac, missoshiro de fermentação natural e o kefir de leite sem açúcar. Todos, além de aumentarem as colônias intestinais, ainda combatem a cândida. O que acha? Já tentou?
Uma boa para vc tb seria consultar Dra Stela pessoalmente qdo vier ao Rio.

Unknown disse...

Gostaria de saber se posso ter progresso no combate á candida com uma dieta suave.Eu como arroz integral, feijões,torrada tbm integral, tapioca,batata doce,banana da terra cozida. Saladas temperadas com limão. Evito 100 por cento açúcar simples e mel,leite,refinados de forma geral e produtos industrializados estou restringindo bastante o consumo.estou consumindo alho gengibre e olho de coco. Estou no segundo dia. Faço suco verde com maçã ou mexerica. Pretendo tomar levedo de cerveja,polen e vitamina d e equinacea. O que vc acha?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

A dieta suave da cândida não é uma dieta suave, é a versão um pouco mais suave de uma dieta muito rigorosa. Alimentos como mexerica, maçã, batata doce, banana, tapioca e arroz-pão integral são proibidos em qualquer fase.
Essa dieta parece alimentação funcional, bacana e saudável, mas que fermenta os fungos. Não vai adiantar nada se for o caso de cândida.
Você leu o livro da Sonia? Viu a descrição da dieta?
Não libera nenhum grão na fase radical e os alimentos acima nem na fase suave.
Acho que você deveria ver se tem cândida, ler o livro e o blog da Sonia e se consultar com algum médico. Essa dieta não é fácil e se sair, volta tudo. Não é sobre emagrecimento nem cortar glúten e lactose para ganhar massa muscular, é a reorganização bioquímica para matar fungos. Não adianta nada fazer a versão mais radical a semana toda e escapulir nos finais de semana por exemplo (ou tomar suco verde com maçã e tangerina em paralelo ao óleo de coco com alho e gengibre), você vai espancar o fungo no almoço e fazer curativo nele no jantar (ou vice-versa).
Para fazer desse jeito, é melhor nem fazer. A pessoa se priva e não vê resultado.

Galeno disse...

Olá Carolina a maioria dos ingredientes de suas receitas nao encontro na minha cidade.Onde vende desses organicos no Rio?o iorgute com o bio rich dá resultado se preparado com leite de vaca?Algúem já tratou sua candidiase com homeopatico e obteve cura?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi. Estou muito surpresa, a dieta é em base de folhas verdes com carnes, ovos, manteiga, azeite, alho e cebola, inhame e aipim, cenoura e abóbora, pepino, abobrinha e chuchu, além de todos os feijões. Alimentos disponíveis em qualquer feira livre e supermercado brasileiro. Os vegetais podem ser comprados em fim de feira a um real...

Olha, o iogurte não leva biorich, é de fermentação natural e existe uma postagem específica para ele chamada kefir e iogurte links de acima.
Nunca fiz iogurte com fermento comprado, não posso recomendar.

Para encontrar orgânicos em todo Brasil. O site do Instituto de Defesa do Consumidor tem um mapa nacional. O link está disponível aqui no blog tb, na Barra lateral em sites recomendados. Consegue encontrar?

A dieta não precisa ser toda orgânica. Se for, melhor. Mas em nenhum momento eu só fotografei organicos.

Outra coisa, a dieta não é minha, existe vasta literatura médica acerca.

Evelyn Abreu disse...

Oi,me tira uma dúvida!vc emagreceu ao fazer essa deita? Melhorei muito só parando com o leite e o cafe e whey,mas tem o outro lado né ?já perdi 2kgs em 2 semanas ! Existe alguma forma de suplementar com algum tipo de proteina ?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Evelyn, a dieta é toda em proteína animal, folhas e algumas raízes.
Uma boa maneira de manter o peso é comendo mais carne vermelha do que branca, aipim e inhame com muita manteiga e complementando com os feijões.
Coma pelo menos um ovo toda manhã, ajuda a aumentar a absorção de proteína e gordura.
Não tem jeito, dieta emagrece sempre.
Na fase suave, beba o iogurte de fermentação natural feito com leite integral, vai trazer gordura e lactose sem piorar os sintomas.

Anônimo disse...

Sou homem e a candidiase apareceu pela primeira vez faz uns dois meses, tomei fluconazol, nada, tomei outro sumiu, mas menos de semana voltou...eu estou fazendo de tudo pra supera-la, suas dicas serão de grande ajuda, comecei uma dieta restritiva de carbo e açúcar ontem, gostaria de saber como identificar as fases e quanto tempo devo fazer a dieta mais radical e passar pra leve... finalizando, em media quanto tempo de dieta leva até o corpo voltar ao normal? Já grato.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, os fungicidas vão acabar tornando as cepas de cândida mais resistentes. Não adianta nada. Tb passei por isso.
Para identificar as fases da dieta, leia a postagem linkada abaixo:
http://caroldaemon.blogspot.com.br/2014/10/e-cancer-mas-nao-e-nada.html

A fase draconiana deve ser feita por pelo menos 3 semanas mas nunca por mais de 2 meses. As fases radical e suave podem ser feitas por mais tempo. Em alguns casos graves, é preciso ficar na fase suave por até 2 anos.

Leia o livro sobre candidíase de Sonia Hirsch, está indicado na postagem acima, é a melhor literatura possível.
Não sei se é o caso de falar com Dra Stella, ginecologista, mas a Sônia indica outros profissionais, como nutricionistas. O site dela ajuda muito nesse sentido tb.

E vá acompanhando os sintomas.

Qualquer coisa, estamos por aqui.

Um abraço

Valquíria disse...

Oie Pessoal, voltei para contar as novidades. Estou fazendo um acompanhamento médico e descobri uma coisa, estava a caminho da pré-diabetes o que tona as coisas mais complicadas em relação a candidiáse. E estou também com anemia e agora preciso tratar com medicamentos. Entrei na academia e nesse exato momento perdi 17,4 KG com auxílio da dieta e conto para vocês que ainda sofro com a com essa maldição :( PQ NÃO FAÇO CERTINHO! Vou iniciar o acompanhamento ginecológico e retorno para contar, mas meus sintomas críticos já sumiram.

Diana disse...

Oi Carol!! Primeiramente muito obrigada pelo seu blog, sou fa da Sonia Hirsh mais ou menos desde que naci por que minha mae tambem é uma seguidora assidua dela.
Mas vamos lá.. a minha duvida cruel nessa dieta sempre é sobre o que comer no café da manha? Normalmente é um horario que sinto muita fome.
To querendo recomecar essa semana (acabei de fazer meu azeite de alho)
Muito obrigada!
bjss

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Diana, ovos mexidos, omeletes, sopa fria de iogurte caseiro, missoshiro, aipim e inhame na manteiga, saladinha de frango desfiado com cenoura e as frutas permitidas para quem tolera. Tem q ter boa vontade mesmo. Abs

DEBHORA ALYNE disse...

olá Carolina Daemon, sou nova aqui, mas já conheço o Blog da Sônia, convivo a muitos anos com a candida, e passe 02 anos sem nenhuma crise, mas senti ela se reaproximar algumas vezes, relaxei na dieta, passei por estresse, usei calça jeans para trabalhar e pronto ela voltou, estou muito abaixo do peso e estou fazendo a dieta suave, mas ainda assim continuo perdendo peso, existe alguma coisa que eu possa tomar para evitar a perca de peso, fico com a auto estima muito baixa e isso atinge minha vida acabo ficando triste e estressada com a magreza e isso também me prejudica, a albumina é um caminho?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi. Albumina é proteína pura sem nenhuma gordura. Bom p ganhar massa muscular sem aumentar percentual de gordura, o oposto do q vc precisa. E tente ão máximo ficar fora de quaisquer produtos processados, qto mais sintetico, pior para sua imunidade. Dei umas dicas acima para uma moça com o mesmo problema. Muito aipim com inhame na manteiga, carne vermelha no lugar da branca, ovos mexidos na manteiga, salada regada no azeite, iogurte integral de fermentação natural, coco ralado, óleo de coco...

Dani disse...

Oi Carol. Tudo bem? Me chamo Dani e Estou na dieta radical há 2 semanas, estou me sentindo super bem, só algumas fraquezas de vez em quando rsrs. Queria te perguntar a respeito da kombucha, gosto de tomar é preciso, porque ela ajuda a regular o meu intestino, só que ela não se reproduz e não faz a bebida sem o açúcar. Tentei só com o chá verde e não deu certo! Gostaria de saber se posso colocar um pouquinho de açúcar na mistura com o chá verde pra ela se reproduzir e formar a bebida, ou não? Pois não queria perder todo o meu sacrifico até agora! Me dá uma luz por favor!!! Beijos .

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani, não sei mesmo... O kefir de água (açucarado) piora muito meus sintomas, o de leite (sem açúcar) melhora e o mesmo se aplica ao iogurte caseiro.
Mas não se pode consumir lácteos na dieta da cândida versão radical, apenas na fase suave.
Então, não sei mesmo. Tenta consumir muita folha e beber muita água - faz o fermentado de repolho que a Sônia ensina no livro, probiótico natural vegano e sugar free. Depois vc parte pro kvass de beterraba, rejuvelac de trigo em grão e iogurte caseiro de fermentação natural, todos probióticos naturais sem açúcar liberados na fase suave. O que acha?

Dani disse...

Oi, dei uma olhada no livro é o de repolho usa soro de coalhada ou iorgute... Então não daria pra mim porque também usa leite... Será que só fazer com água daria certo? Vi também o água benta de feijão fradinho que usa feijão fradinho e água... Mas fiquei em dúvida se o feijão é cru ou cozido... Vc sabe? Preciso mesmo regular meu intestino, pois com a dieta acabamos comendo mais carne... É aí entope tudo rsrs. Obrigada!

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani, faz o repolho com soro mesmo e abusa das folhas e azeite. Depois, na fase suave, entra no missô e iogurte, ambos de fermentação caseira. A água de fradinho cru não é probiotica e por ser em feijão, vc só poderia na segunda etapa. Abs

Dani disse...

Só mais uma coisa, rsrs. Esse soro da coalhada se consegue com leite de caixinha mesmo? Em quantos dias vira coalhada? Bjs.

Dani disse...

Posso tomar chá com adoçante de stevia?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani. Coalhada fica pronta de um dia para o outro. Nunca fiz com leite de caixinha. É o q venho falando, qto mais fresco melhor. Mas já fiz com leite orgânico longa vida de garrafinha. É usei um iogurte orgânico industrializado como fermento. Funciona divinamente. Aqui no blog tem 2 postagens onde ensino a fazer iogurte e coalhada caseira: "Kefir e iogurte" e "2 anos sem forno e fogão". Dá uma olhada.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Pode. Mas depende do chá. O problema não é a Stevia e sim o chá escolhido, algumas ervas pioram a cândida, outras ão contrário, combatem. Se vc está me perguntando isso para tomar chá laxativo de sene, não sei mesmo. Eu senti piora dos meus sintomas com erva mate por causa da cafeína, mas senti melhora com camomila, erva cidreira e hortelã. Muito limão na comida e no chá tb piora os meus sintomas por causa da acidez. Mas tudo depende da pessoa.
A minha opinião sobre o chá de sene é q ele deve ser evitado ao longo da dieta pq ele só serve para irritar o intestino e com isso as bactérias q deveriam trabalhar ficam ainda mais frágeis. A cândida vive basicamente no intestino e é benéfica no processo digestivo. Vc irrita a colônia local com laxativo mesmo naturais e a flora local fica ainda mais comprometida sem conseguir se defender da cândida q migra pro resto do corpo. Eu fugiria de qualquer laxante nessa fase. Faça os probioticos naturais citados e repovoe seu intestino de bacterias benéficas q vao te ajudar não só a manter o intestino em dia, mas tb a controlar a populacao local de candida. Cha de sene pode ser um tiro no pé nesse momento. Os probioticos naturais sao: fermentado de repolho, misso, kvass de beterraba, rejuvelac de trigo em grão, iogurte de fermentação natural e kefir de leite (de vaca ou coco)

Dani disse...

Carol, por falar em coco, posso comer coco? Pois, no livro a Sônia diz que faz muito bem, mas fiquei em dúvida a respeito de ser na dieta radical ou na suave. Em questão do chá, gosto de tomar o de erva doce com gengibre, tomo ao longo do dia, e pela manhã depois de de molho de um dia para o outro semente de linhaça com chia, uma colher de cada, isso no desjejum. Agradeço a paciência, admiro muito sua disposição e atenção em ajudar as pessoas.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani. Pode Coco, o óleo é muito recomendado em todas as fases e o leite caseiro liberado para momentos de desespero pela falta de doce.
Esse chá de erva doce com gengibre parece bom. O gengibre é fungicida e a erva doce vermifuga. Deve ajudar na digestão tb. Legal.
A Chia e a linhaça são super recomendadas no livro justamente para soltar o intestino. Ela chega a ensinar linhaça de molho em água com gotinhas de limão. Bater tudo e beber por causa das fibras. Já viu?
Um beijo e pergunte o que quiser

Alessandra disse...

Estou buscando a causa do sofrimento do meu filho de 3 aninhos que tem autismo e gostaria de sua ajuda. Já fomos a todos especialistas e nada. Ele tem todos os sintomas... coceiras, ouvido, olhos, refluxo, ranger de dentes, irritabilidade, dores abdominais, coceira no couro cabeludo, pele seca e mtos outros. Estou achando que é candida no intestino... esses dias saiu um verme corda e filmei e saiu umas pipocas brancas (são do tamanho de uma pipoca mesmo) e fui pesquisar no google e me deparei com a foto da candida albicans. (me arrependo de ter jogado fora)... algo q eu não ouvi ninguém citar ainda é a respeito das coceiras. Acredito q ele esta tão infestado de vermes, fungos e parasitas que eles infestaram mha casa. Eu ja sinto as coceiras no couro cabeludo qndo ele tbm sente. Por mais q limpe com cloro e outros produtos.. parece não matar. Já dedetizei diversas vezes e por fim mudei de casa, cama e sofá... achando ser acaros. Por acaso alguém sente coceiras no couro cabeludo e nas pernas?... as vezes aparecem bolinhas na fraldinha dele. O meu maior problema é que meu menino não fala e tem autismo... por não falar ele chora e não consigo as vezes saber o que esta doendo. Ele não sabe se expressar. Alguém sente essas coceiras?... será que vem de alimentos. Ele não come ovos e já tem alimentação restrita devido ao autismo. Come mta fruta... não consigo imaginar o que dar a ele no cafe da manha.

Dani disse...

Oi Carol sempre fico em dúvida a respeito da abóbora 🎃 e da batata doce 🍠 podem ou não na fase radical, pretendo seguir nela 2 meses. Estou conseguindo regular o intestino com chia e linhaça. Graças a Deus 😅!!!!

Dani disse...

Sim sim, eu bato no liquidificador, só não uso o limão, pois fiz o suco esses dias e notei os sintomas voltarem 😔

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Não pode batata doce em nenhuma fase em hipótese alguma. A abóbora é liberada nas fases: radical e suave mas proibida na dieta draconiana, a q segui antes.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Alessandra, sinto muito pelo seu filhinho. Não me sinto apta a aconselhar nada. O melhor a vc é ler os livros da Sônia, como o da Cândida e tb o que trata apenas de verminoses, Almanaque dos bichos que dão em gente. Sugiro que vc adote um bom filtro de água e tenha cuidados redobrados com comidas cruas.
Outra coisa, seu filho pode ser intolerante ão glúten e seria bom fazer um teste de sangue. Quer gastro ou pediatra pode pedir e é possível fazer pelo plano em qualquer laboratório.
Seria muito bom todos vcs fazerem o exame de fezes do Dr. Hélio Copelman em Copacabana. É preciso ligar antes e seguir um protocolo alimentar por 3 dias. Eles orientam. Mas esse laboratório do Copelman é o único que rastreia todos os vermes.
Nós livros da Sônia, ela indica vários profissionais como ginecologistas, nutricionistas e homeopatas. Seria bom vc consultar.
Volte para contar no que deu. Seu filho pode não ter cândida nem verminoses, mas ser apenas alérgico a alguma coisa. É preciso ver melhor.

Dani disse...

Oi Carol. É Dani novamente, eu sei que você não é médica e tal, mas aqui onde eu moro em Brasília, os ginecologistas não passam uma dieta da combater a candida, das vezes que tive crise(3ou 4) no ano, eles só passam pomada já fui em vários.... gostaria muito de encontrar por aqui, mas não acho. Estou muito feliz, estou fazendo a dieta radical e meus sintomas desapareceram completamente, comprei o livro da Sônia, estou sempre lendo... mas não sei quanto tempo devo ficar na dieta radical....😞Entendo que depois dela terei que ir par a dieta suave, e acrescentar algumas coisas na alimentação, vi que vc disse que não pode ficar menos de 3 semanas na dieta draconiana e não mais de 2 meses... mas é a radical? Se puder me ajudar ficarei muito agradecida. Bjos

Dani disse...

Oi, outra coisa, vi que na dieta suave já pode dar umas escapulidas, como vc disse... de vê em quando tipo uma vez na semana um pedaço de bolo?? Desculpe o trabalho.... mas não quero perder meus benefícios adquirimos através da dieta.... na dieta suave tá liberado aveia, mandioca, algumas frutas( melancia e goiaba) leite caseiro, é mais o que?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani, não, a dieta draconiana não é a radical do livro da Sonia, é ainda mais dura e restrita. Eu comento as diferenças entre elas na postagem sobre câncer linkada e informo isso acima no corpo dessa postagem. A dieta draconiana só libera 3 alimentos: folhas (incluindo alho, cebola, brocolis e couve flor), carnes e 3 legumes (pepino, chuchu e abobrinha), mais nada.
Não pode manteiga, inhame, abóbora, iogurte caseiro de fermentação natural, coco ralado, etc.
A draconiana sim é que não pode ser feita por menos de 3 semanas (para dar o efeito mata leão) nem mais de 2 meses (para não matar o paciente de fome). É indicada para casos ainda mais graves e que precisam de uma solução rápida e ainda mais eficaz que os pacientes da dieta radical.

Pelo livro da Sônia, a dieta radical é feita por uns 6 meses e a suave por até 2 anos... Mas tudo depende do paciente, da cândida, do meio externo, da vida sexual, do parceiro estar ou não com o mesmo problema, da vida estressante, das escapulidas, etc...
Cada um é cada um, não dá para generalizar.

E nada impede que depois de 2 anos certinhos de dieta, a cândida volte num final de semana regado à pizza com chope e sorvete de fruta ácida no calorão. E com isso, a pobre da criatura ainda tenha que voltar e fazer uma semana ou duas da draconiana (ou da radical). Faz parte, a vida é simples mas dá trabalho!

Dani disse...

Oi Carol tudo bem? E quanto a ervilha em grãos, não a enlatada, Cozida na panela de pressão? E o grãos de bico posso na fase radical? Bjos Dani.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Dani, eu deixo tudo de molho de véspera, escorro e cozinho normalmente, sem pressão. Dá uma lida:
http://caroldaemon.blogspot.com.br/2011/10/favas-olho-de-cabra.html
Só não pode as linguiças da receita, de resto é a mesma coisa

Dani disse...

Fiquei na dúvida pois a Sônia não fala das ervilhas no livro... e a respeito do grão de bico parece que só na suave é isso mesmo? Já tô um pouco enjoada das mesmas verduras tô tentando variar um pouco, tentei acrescentar a quinoa cozida como se fosse arroz, mas acho que está cedo demais, senti um pequena volta dos sintomas, aí suspendi, não sei porque não eu comi mais de 2 colheres... rsrs. Mas estou firme e forte. Abraços Dani

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Dani, sobre ervilhas frescas, melhor perguntar à própria Sonia. Para mais hortaliças, dá uma olhada no link abaixo e para enjoar menos, varie as carnes diariamente.
http://caroldaemon.blogspot.com.br/2009/10/hortalicas-em-extincao-por-causa-das.html

Unknown disse...

Olá, Carol, estou com cândida faz bastante tempo, porém agora que recebi o "diagnóstico" e soube que vou ter que cuidar da alimentação. Estou fazendo a dieta radical há duas semanas e já melhorou bastante, vou continuar. Porém, tenho uma festa de aniversário, será que posso comer alguma coisa, ou o que poderia comer somente? Beijos.

Dani disse...

Oi Carol, é Dani tudo bem? Estou há 3 meses na dieta radical e entrei na suave tem 3 semana, só que estou em um empasse e gostaria da sua opinião, vi que vc postou que pretendia tomar suplemento para o concurso dos bombeiros, moro aqui no df e fiz o concurso dos bombeiros, passei e tenho muitas chances de ser chamada para o teste de aptidão física, irá ser em junho, mas a confirmação se irei ser convoca só sai em maio com um mês antes do teste físico, então preciso me preparar apartir de já, pois um mês não é suficiente pra treinar natação, barra e corrida. Estou começando a treinar mais estou muito fraca, mesmo na dieta suave, não estou rendendo nos treinos, muito fadigada acho que é por falta de quantidade necessária de carboidrato, estou chateada, pois não foi fácil chegar até aqui na dieta, não queria jogar tudo fora, mas também não tô conseguindo manter a rotina de treinamentos... Me de uma luz por favor, não sei o que fazer...

Dani disse...

Pensei também em só tomar antes do treino uma colher de maltodextrina, por ser de absorção rápida, iria queimar toda no treino, mas fico na dúvida pois por ser açúcar pura voltarem todos os meus sintomas... me ajude Carol...

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Dani. É o meu conselho pessoal, mas nesse momento eu daria um tempo na dieta, procurava um endócrino e pedia uma dieta específica pro concurso e, se é o caso de suplementos. Eu nem mencionaria qualquer outro problema de saúde ou dieta restritiva. Sorria, dizia q está tudo bem, faria os hemogramas normalmente e ia em frente. O importante agora é passar nesse concurso. Depois, vc volta pra dieta, já fez 3 meses, os sintomas devem ter sumido ou pelo menos dado um descanso...
Fica bem, mas só faça o q sua ginecologista realmente indicar.

Anônimo disse...

Sou homem e tb tenho candidiase peniana.... Ja tive 3 crises. Meu relato eh identico ao seu qto aos medicos....

Leidiane Lacerda disse...

Olá, estou fazendo a dieta, hoje completa 9 dias. Até ontem senti muita ardência e cólicas, hoje foi mais tranquilo, mas fico na dúvida se está funcionando mesmo....Meu maior problema é dor na relação sexual. Com quanto tempo vê-se melhora neste quadro?

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, depende do organismo. Não dá para prever. Mas eu esperaria pelo menos um mês para começar a tentar. Vá fazendo compressas locais com água oxigenada líquida e tente também aplicar localmente óleo de coco ou mesmo o azeite de alho. Vai acelerar o processo.
Mas lembre sempre que a candida é para a vida toda. Provavelmente, vc vai precisar replicar o óleo de coco antes de dormir ou até fazer umas lavagens com água oxigenada depois do ato... pelo menos nesse início. Observe tb se seu parceiro não apresenta os sintomas. Pode ser o caso dele ter que entrar na dieta tb.
Boa sorte

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi, vc deve ter o organismo naturalmente mais resistente. Faça a draconiana por pelo menos 3 semanas, mas não por mais do que dois meses. Depois, siga a versão suave por uns 3 meses. Observe e volte para contar

Milena Araguaia disse...

Por favor, me passa o contato dessa médica. O pior pra mim é ter de buscar "só". Os médicos tendem a ficar nas mesmas soluções medicamentosas. Já fiz tudo de natural que conheço, tô usando a homeopatia mas...já sinto que ela está querendo voltar. Pela sexta vez no ano. Reduzi drasticamente açucar, farinhas..

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Milena, reduzir açúcares, farinhas e lácteos é sempre uma boa. Mas se não seguir a dieta e continuar comendo fruta, batata doce, tapioca e arroz integral, não vai adiantar nada.
Seguem os telefones da Dra. Stela: 2284-2208, 2264-2714

abs e boa sorte :-)

Anônimo disse...

Onde encontrar esse livro dá Sônia??
Estou muito triste, em crise de candidíase...

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

https://www.google.com.br/search?ie=UTF-8&client=ms-android-samsung&source=android-browser&q=sonia+hirsch&gws_rd=cr&ei=6BNpWZ3RJYyVwASnja_ICA

Marcelle Pires da Silva disse...

Nossa igual acontece comigo

Anônimo disse...

Olá Carolina.Como fritar as carnes sem utilizar óleo de cozinha?A água aromatizada dura quanto tempo na geladeira?Preciso aprender a arte da culinária

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi. Para "fritar", use um fio de azeite e nunca mais compre óleo de soja. É a maior porcaria, transgênico e só faz mal.
As águas aromatizadas duram bem uns 2 dias se vedadas. Mas, na minha opinião, depois de 24hs, perdem muito do frescor. O que não é nem problemático, já que são o preparo mais simples dessa dieta ;-)
Abs e bsorte

jean paulino disse...

Boa Tarde. Primeiro, muito obrigado por essa página e pelas receitas. Estou com candidiase peniana há mais de um mês. Tomei remédios fluconazol, cetoconazol pomadas e nada surtiu efeifo. Estou passando oleo de coco com oleo de Melaleuca, senti ligeira melhora. Minha ardencia não chega a ser forte, mas incomoda bastante.
Gostaria de saber se posso começar fazer a dieta radical da Sônia incluindo apenas feijão Verde? Será que vai atrapalhar muito?
Muito obg mais uma vez. São em sites como esse que consigo enxergar uma luz no fim do túnel. Esse fungo é um monstro. Forte abs. Que Deus tem abençoe.

Carolina Daemon Oliveira Pereira disse...

Oi Jean, sim, esse fungo é um monstro... Disse tudo.
Tb tomei todos esses remédios e nada adiantou.
Eu não sou médica, mas sendo vc homem, por que não faz a draconiana clássica e bem restrita por pelo menos 2 semanas? Não sei como é a sua condição financeira, mas dá para comer um frango inteiro e muita picanha todos os dias.
Depois, vc pode entrar na fase suave e comer muito feijão, abóbora, aipim e inhame na manteiga. Pode tomar muito iogurte caseiro, dá para fazer até um milk shake de inhame cozido com leite e polpa de coco bem gelados, adoça com stevia e canela, fica uma delícia e alimenta muito.

Uma opção mais barata e talvez mais eficaz do que o óleo de coco e melaleuca, seja a água oxigenada líquida para lavar toda a região, principalmente antes de dormir, passe até na virilha e testículos, onde pode dar frieira.

Boa sorte, fica com Deus tb

Galeno disse...

Nao passo nada no penis.Somente dieta alimentar,vitaminas,probioticos.Oleo de coco,manteiga de coco,azeite de oliva e suplementos eu tomo.Alem da agua aromatiza.Usei medicamentos de farmacia durante 2 anos sem sucesso de cura.Minha imunoglobina M esta baixa,nao adianta somente tomar e passar remedios se nossa imunidade esta muito baixa.

jean paulino disse...

Muito obrigado pelas dicas. Vou fazer a draconiana por duas semanas para testar. Já estou na Low Carb e zero açúcar há duas semanas E comendo alho todo dia e tomando oleo de coco. Forte abs e fica com deus. Logo logo postarei aqui meu depoimento dizendo que me livrei dessa maldita. #)