domingo, 17 de julho de 2016

Conceptos Plasticos, as casas populares de Oscar Mendez



O arquiteto colombiano Oscar Mendez desenvolveu uma técnica de reciclagem do plástico de embalagens ordinárias, como produtos de limpeza, transformando o mesmo em monoblocos ultraresistentes que se encaixam como um lego e, a partir disso, constroem casas populares de 40m em 5 dias, sem a necessidade de cimento ou gerar entulho residual, mas que comporta qualquer acabamento como massa corrida e revestimento em porcelanato.
O arquiteto lembra que na América do Sul e na África, 40% da população não tem moradia - só na América Latina, 80.000.000 de famílias não tem moradia e em todo mundo, 1 em 7 pessoas vive em situação de pobreza extrema. E que em 2050, haverá mais plástico do que peixes nos oceanos.

As opções atuais de moradias populares geralmente são caras, por dependerem do tijolo de barro tradicional das olarias e de difícil logística, impactam mais do que resolvem o problema. As olarias clandestinas são um dos maiores empregadores de trabalho infantil em todo mundo e campeãs em amputações e demais acidentes de trabalho, a extração da argila tende a ser igualmente clandestina e o próprio transporte do material é custoso econômica e ambientalmente.
O concreto por sua vez é uma liga feita de areia, cimento e brita - a areia é um processo mineratório agressivo como qualquer outro, que deixa crateras a céu aberto e seca lençóis freáticos nos antigos areais. O cimento é produzido industrialmente a partir da extração de calcário e argila. As fábricas de cimento são consideradas grandes poluidoras, já que onde há extração de calcário hoje, amanhã haverá uma pedreira abandonada. A extração da argila do fundo de rios faz com que os veios percam volume de água e leva à extinção de toda fauna.
A indústria do cimento sozinha é responsável por 2% de todo o consumo de energia e 5% das emissões de CO2 do planeta.

O desenvolvimento desse material reaproveitando o plástico, resolve muitos problemas com uma única solução. Só em Bogotá, capital da Colômbia, descartam-se 750 toneladas de plástico por dia em lixões a céu aberto.
A média de entulho produzido por metro quadrado em obras novas é de 150 kg, o que faz com que uma obra de 10 mil m produza cerca de 1.500 t de resíduos. No ano de 2000, é dito, foram descartadas na cidade de São Paulo 17.240 t de entulho por dia.


Site oficial: Conceptos Plásticos - de plástico reciclado à moradia digna.









Mais informação:
Vila colombiana bioconstruída em garrafas com adobe
A casa sustentável é mais barata - parte 02 (casas contêiner)
Casa construída com 18 toneladas de plástico no País de Gales
Extração insustentável e ilegal de areia, base da construção civil
A casa sustentável é mais barata - parte 13 (recycled boat house)
A casa sustentável é mais barata - parte 14 (dormitórios tubulares)
Catedral construída com entulho de construção civil e lixo reciclado
Finca Bellavista: uma comunidade colombiana e sustentável de casas em árvores
A casa sustentável é mais barata - parte 10 (ecotijolos e concreto reciclado de entulho)


Nenhum comentário: